300 estudantes rumam a Faro para ver a Biologia de perto

“Ver de perto a Biologia” é o tema da edição deste ano

Foto: Pedro Lemos | Sul Informação

300 alunos, vindos de todo o país, participam no Encontro Nacional de Estudantes de Biologia (ENEB), que começa amanhã e se prolonga até quarta-feira, dia 17, em Faro. Palestras, workshops, mas também torneios na praia e um cocktail tertúlia com investigadores são algumas das principais iniciativas. 

Inês Diogo, presidente da Comissão Organizadora do XXII Encontro Nacional de Estudantes de Biologia, explicou ao Sul Informação que, este ano, há três grandes novidades.

«Vamos ter torneios, de futebol e voleibol, e convívios na Praia de Faro, assim como um cocktail tertúlia, nos Claustros do Museu de Faro, com a presença de investigadores, no sábado, dia 13, às 20h30. Também é nova, este ano, a realização de uma sessão de problem solving».

E o que será isto? «Vamos juntar investigadores do Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve para apresentarem problemas ambientais. Os participantes terão de pensar nas soluções e, no fim, haverá um pequeno debate com as conclusões a que chegarmos», disse Inês Diogo. Será na terça-feira, dia 16, das 15h00 às 18h30.

Uma das componentes transversais a todos os ENEB são as palestras e os workshops.

Neste sentido, já está garantida a presença, no domingo, dia 14, das 9h30 às 10h30, de João Correia, um comunicador com três TEDx no currículo e que já proferiu mais de uma centena de palestras sobre biologia e conservação de tubarões.

No Conservatório Regional do Algarve, em Faro, onde vão decorrer todas as palestras, João Correia vai falar sobre uma história de vida invulgar, passada entre tubarões nas Bahamas, injeções noturnas em tubarões do Jardim Zoológico, aviões de carga atestados de bichos para o Oceanário de Lisboa, aulas e investigação em biologia marinha, gestão de empresas, uma forte influência Star Wars e outras surpresas inesperadas.

 

 

Já Fábia Azevedo, coordenadora do RIAS – Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens, falará, na terça-feira, dia 16, a partir das 14h00, sobre as “Potencialidades de um Centro de Recuperação da Fauna Selvagem”.

Quanto aos workshops terão lugar no Campus de Gambelas da Universidade do Algarve. «É lá que os alunos de Biologia e Biologia Marinha têm aulas e, por isso, também queremos dar a conhecer o nosso Campus», enquadrou Inês Diogo ao Sul Informação. 

Os workshops decorrem na segunda-feira, dia 15, das 9h00 às 14h00 e das 14h30 às 18h30, e envolvem tópicos desde a observação e primeiros-socorros em aves (por Thijs Valkenburg e Fábia Azevedo), como avaliar a saúde de um peixe (por Rui Cabral e Silva) ou a remoção de chorão-das-praias, este último a ser ministrado pela Agência Portuguesa de Ambiente.

Além destas palestras e workshops, o ENEB também tem uma vertente de atividades recreativas, a decorrer no mesmo dia e no mesmo horário dos workshops, sendo que cada estudante pôde escolher, aquando da inscrição, em que iniciativas participar.

Uma ida ao Zoomarine, surf, stand up paddle, observação de cetáceos ou um batismo de mergulho são algumas das propostas de atividades recreativas.

No ENEB há ainda a parte do convívio entre estudantes «que não deve ser descurada», como explicou Inês Diogo ao nosso jornal. Afinal de contas, o evento reúne 300 participantes de todo o país que podem trocar experiências ao longo de seis dias.

Por isso, na última noite (terça-feira, dia 16) decorre, no bar “O Castelo”, em Faro, um arraial de despedida.

«Esperamos que este seja o melhor ENEB de sempre e estamos a trabalhar para isso», concluiu a presidente da Comissão Organizadora do XXII Encontro Nacional de Estudantes de Biologia.

Para consultar o programa completo, clique aqui.

Comentários

pub
pub