No sábado, há a primeira das três Super Luas de 2015

A primeira das três Super Luas deste ano de 2015 vai ocorrer no sábado, dia 29 de Agosto, quando a […]

super luaA primeira das três Super Luas deste ano de 2015 vai ocorrer no sábado, dia 29 de Agosto, quando a Lua se encontra simultaneamente em fase de Lua Cheia e a uma distância da Terra inferior a 110% do perigeu da sua órbita. Uma Super Lua é um fenómeno em que o satélite natural da Terra parece maior do que habitualmente.

Nesse dia, a Lua estará em fase de Lua Cheia às 19h35 e atingirá o perigeu (a 358290 quilómetros da Terra) no domingo dia 30 às 16h22 (hora de Lisboa), estando os dois acontecimentos apenas desfasados entre si de 20h45min.

No dia 29, a Lua nasce às 19h59, pouco depois do instante de Lua Cheia. Nessa altura, a Lua vai parecer maior do que o habitual, não apenas devido à ocorrência de Super Lua, mas também porque, estando próxima do horizonte, ocorre um efeito extra de ampliação (devido a interpretação cerebral). No dia seguinte, dia 30, a Lua nasce às 20h40 e continuará a parecer maior do que o habitual.

Segundo o Observatório Astronómico de Lisboa, neste final de Verão e início de Outono, todas as Luas Cheias, que ocorrerão nos dias 29 de agosto, 28 de setembro e 27 de outubro, serão Super Luas.

Os instantes de Lua Cheia não coincidirão exatamente com os instantes do perigeu, mas estarão muito próximos.

A Super Lua mais favorável para observar será a do dia 28 de setembro, em que os instantes do perigeu e da lua cheia estão apenas desfasados de 66 minutos.

A melhor ocasião para observar a Super Lua é quando a lua está próxima do horizonte, na altura do seu nascimento, pois ocorre um efeito extra de ampliação, mas que é apenas uma ilusão produzida por razões ainda não totalmente compreendidas pelos astrónomos e psicólogos.

Fala-se em Super Lua sempre que o instante de Lua Cheia ocorre quando a Lua está a uma distância da Terra inferior a 110% do perigeu da sua órbita.

Em termos temporais, isto significa que a diferença entre os instantes de Lua Cheia e do perigeu é menor do que 1 dia e 8 horas.

Segundo esta definição, é possível ocorrer uma Super Lua em meses consecutivos quando a diferença entre o período anomalístico (entre duas passagens no perigeu) e o período sinódico (entre dois instantes de lua cheia)  for menor do que 1 dia e 8 horas.

O número de Super Luas num ano será tanto maior quanto menor for a diferença entre estes dois períodos. Assim, é muito frequente a ocorrência de  duas Super Luas num ano (em meses consecutivos) e nalguns anos é até possível a ocorrência de três super Luas, como é o caso deste ano.

O conjunto de Super Luas repete-se com uma frequência de 13 meses e 18 dias, portanto as duas ou três Super Luas de um determinado ano ocorrem um a dois meses mais tarde do que tinham ocorrido no ano anterior.

Na Super Lua de Setembro, o seu instante de Lua Cheia ocorrerá no domingo, dia 28, às 03h52min, enquanto o perigeu ocorrerá pelas 02h46min , ou seja um desfasamento de apenas 66 minutos.

Em 2016, será a 14 de novembro que a Lua Cheia ocorrerá mais próximo do perigeu.

Comentários

pub
pub