Em noites de super-Lua, há burros pela Costa Vicentina

Quando a Lua Cheia subir no horizonte, irá recortar a silhueta de burros e pessoas, nas falésias da Costa Vicentina. […]

burros ao luarQuando a Lua Cheia subir no horizonte, irá recortar a silhueta de burros e pessoas, nas falésias da Costa Vicentina. É mais uma edição (a quinta) de «Burros ao Luar», uma iniciativa de turismo de natureza promovida pela Burros&Artes e Terras de Mouros.

As caravanas de burros, com adultos ao lado e crianças montadas, partem da quinta Pero Vicente, no Rogil, concelho de Aljezur, ao final das tardes de 28, 29 e 30 de Agosto.

«Precisamente quando teremos a primeira super-Lua deste Verão», explicam os organizadores.

Fala-se em Super Lua sempre que o instante de Lua Cheia ocorre quando a Lua está a uma distância da Terra inferior a 110% do perigeu da sua órbita. Será o caso de 29 de Agosto.

Nessa altura, a Lua vai parecer maior do que o habitual, não apenas devido à ocorrência de Super Lua, mas também porque, estando próxima do horizonte, ocorre um efeito extra de ampliação (devido a interpretação cerebral). No dia seguinte, dia 30, a Lua nasce às 20h40 e continuará a parecer maior do que o habitual.

Primeiro, há que escovar os animais e aparelhá-los. É o primeiro contacto entre os participantes e os animais, importante para estabelecer um laço de confiança mútua que irá ser essencial durante as cerca de quatro horas de passeio.

O percurso desenvolve-se em pleno Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina e respeita os velhos trilhos dos habitantes da parte mais inóspita da Costa Vicentina – trilhos de pescador, de ir à água ou simplesmente para as ajudadas entre montes rurais.

No final, uma ceia campestre entre dunas, ao som das ondas que se quebram nas praias encaixadas nas falésias vicentinas.

Na noite de dia 29, um aliciante: a participação, como guia, de Carla Cabrita, co-autora do guia «200 plantas da Costa Vicentina», que irá desvendar alguns dos segredos da flora endémica desta região única na Europa.

«As atividades respeitam os conceitos mais puros do turismo de natureza – capacidade de carga (pequena escala) e pegada zero – bem como contribuem para a sensibilização para os valores naturais a preservar na Costa Vicentina», acrescentam os organizadores deste passeio com burros ao luar.

Mais informações:

Sofia von Mentzingen (Burros&Artes): 967145306
Vítor Faustino (Terras de Mouros): 962416885
Email: burros.artes@gmail.com

Comentários

pub
pub