Doutoranda em Psicologia venceu concurso “Três Minutos de Tese” da UAlg

A segunda classificada, que receberá 2 mil euros, foi Joana Belmiro, estudante do doutoramento em Arqueologia

A grande vencedora do concurso “Três Minutos de Tese (3MT-UAlg)” foi Ana Simão, estudante do doutoramento em Psicologia. A apresentação pública das 25 candidaturas selecionadas na 1ª fase realizou-se no passado sábado, 11 de Maio, às 14h30, no anfiteatro 1.5 do Complexo Pedagógico do Campus da Penha.

Com o título “Determinantes do Ajustamento Psicológico de Adolescentes Institucionalizados: a influência de fatores individuais, sociais e ambientais”, a vencedora vai receber um prémio de 4 mil euros.

«Este concurso obrigou-me a pensar no meu trabalho de uma forma diferente, mais dirigida ao público que não é da área e obrigou-me a pensar na mensagem que estes jovens (institucionalizados) quereriam passar para a comunidade e na melhor forma de transmitir a sua a mensagem», diz Ana Simão.

Na sua opinião, «é muito desafiante condensar tudo isso em três minutos numa linguagem simples e acessível».

A doutoranda ficou surpreendida com a vitória.

«Treinei muito e foi bastante importante o feedback do júri na fase inicial», disse.

Questionada sobre a importância deste concurso, a candidata não tem dúvidas da sua relevância, pois considera fundamental «aproximar o público da ciência e a academia da comunidade».

A segunda classificada, que receberá 2 mil euros, foi Joana Belmiro, estudante do doutoramento em Arqueologia, com o título “Rocks in motion”.

O “3MT-UAlg” foi criado com o objetivo de estimular competências de comunicação de ciência dos doutorandos e futuros cientistas e, simultaneamente, promover a cultura científica e a interdisciplinaridade, permitindo ao público não especialista o acesso à investigação mais recente produzida na UAlg.

Criado originalmente pela Universidade de Queensland, na Austrália, o 3MT-UAlg dividiu-se em duas fases distintas: a primeira consistiu na seleção dos finalistas, através da submissão de um vídeo com a sua comunicação, com a duração máxima de três minutos, e um documento pdf de um único diapositivo; a segunda composta por uma apresentação oral dos finalistas perante o júri e o público sobre a importância e o impacto da investigação do candidato.

As 53 candidaturas apresentadas abrangeram as seguintes áreas: Ciências Sociais; Artes e Humanidades; Ciências Médicas e da Saúde; Engenharias e Tecnologias; e Ciências Naturais.

Nesta primeira edição, o júri era composto pelos docentes da UAlg Bruno Silva (Escola Superior de Educação e Comunicação), Jorge Semião (Instituto Superior de Engenharia), Leonor Cancela (Faculdade de Medicina e Ciências Biomédicas), Nuno Bicho (Reitoria), Margarida Castro (Faculdade de Ciências e Tecnologia), Marisol Correia (Escola Superior de Gestão Hotelaria e Turismo), e pela jornalista Vera Novais.

 

 

Comentários

pub