Faro não vai cobrar Taxa Municipal Turística até final de Fevereiro de 2022

Câmara decidiu prolongar a suspensão da cobrança desta taxa

Faro vai prolongar a suspensão da cobrança da Taxa Municipal Turística até 31 de Outubro e, na prática, isentar os 24 empreendimentos turísticos e as cerca de 730 unidades de alojamento local do concelho de pagar este imposto até final de Fevereiro de 2022.

A prorrogação da suspensão desta taxa, que apenas tem incidência entre os dias 1 de Março e 31 de Outubro de cada ano, foi aprovada na Reunião de Câmara de segunda-feira.

Assim, até Fevereiro de 2022, «os empreendimentos turísticos e estabelecimentos de alojamento local do concelho ficam dispensados de apresentar a declaração mensal de cobrança da taxa municipal turística relativa às dormidas dos respetivos hóspedes».

Numa primeira fase e no âmbito das medidas de carácter extraordinário e temporário adotadas devido aos impactos da pandemia de Covid-19, foi decidido não cobrar este imposto até 30 de Junho.

«No entanto, tendo em conta a recente evolução do setor turístico e as reduzidas perspetivas de reservas turísticas para os próximos meses, resultantes das medidas de combate à pandemia nos principais mercados emissores turísticos para o concelho e região, com particular incidência no Reino Unido, Alemanha, Holanda e França, e que os próximos meses são decisivos para as empresas recuperarem financeiramente das perdas de receitas verificadas, o município de Faro entendeu estender esta medida extraordinária, com vista a apoiar os 24 empreendimentos turísticos e cerca de 730 unidades de alojamento local existentes no concelho», justificou a autarquia.

Mais informações ou esclarecimento de dúvidas podem ser obtidos através do endereço de e-mail tmt@cm-faro.pt.

 

 



Comentários

pub