Ordem do Império Britânico distingue André Jordan

André Jordan distinguido por se um grande defensor do Prémio Duque de Edimburgo

André Jordan, promotor da Quinta do Lago e de Vilamoura, acaba foi nomeado, esta terça-feira, 23 de Fevereiro, Oficial da Ordem do Império Britânico (OBE), pela dedicação, envolvimento e serviços prestados em prol do desenvolvimento do Duke of Edinburgh’s Internacional Award.

O seu nome passa assim a integrar o conjunto personalidades homenageadas em 2021 pela Rainha Isabel II, divulgadas por ocasião do seu aniversário.

«André Jordan tem sido um grande defensor do Prémio nos últimos trinta anos o que demonstra a sua dedicação em ajudar os jovens a encontrar o seu propósito, a alcançar os seus objetivos e a encontrar um lugar no mundo. Tal dedicação ilustra bem a razão porque esta nomeação é tão merecida. Apoiou o Prémio como World Fellow, foi fundador do Conselho Consultivo do International Special Projects do Duke of Edinburgh’s Award e fomentou as ligações a novos filantropos. Por tudo isto, e muito mais, obrigado», referiu John May, secretário-geral do Duke of Edinburgh’s International Award.

Fundado pelo Duque de Edimburgo em 1956, na Grã-Bretanha, o Prémio está presente em 144 países, conta com a participação de mais de 7 milhões de jovens e recebe anualmente 350 mil novos participantes.

O seu compromisso é de disponibilizar esta oportunidade a 1% da população jovem até 2023, ou seja, o equivalente a 7.9 milhões de jovens. Portugal tem no Prémio Infante D. Henrique, criado em 1987, a sua versão nacional. O presidente de honra é o Duque de Bragança e André Jordan foi Presidente Executivo entre 1995 e 2001.

 



Comentários

pub