Universitários de Albufeira voltam a poder candidatar-se a bolsas de estudo da Câmara

De 7 a 25 de Setembro

As candidaturas para as bolsas de estudo para alunos do Ensino Superior da Câmara de Albufeira vão estar abertas entre os dias 7 e 25 de Setembro.

O município albufeirense tem reservados «mais de 200 mil euros», para distribuir por 40 bolsas de grau de licenciatura inicial, de 200 euros mensais durante dez meses, 15 de grau de mestrado, de 150 euros durante dez meses, e 55 para renovações (grau de licenciatura), também de 200 euros por dez meses.

Estas bolsas de estudo são concedidas a alunos residentes no concelho que frequentem cursos superiores de Licenciatura e Mestrado, em instituições de ensino devidamente reconhecidas, de natureza pública, particular e cooperativa.

As candidaturas para as bolsas dos graus de licenciatura e de mestrado deverão ser feitas nas instalações do município situadas na Quinta da Palmeira, n.º 57, rés-do-chão (em frente ao CLAIM), das 9h30m às 14h30m.

«A entrega da candidatura e de toda a documentação terá obrigatoriamente de ser agendada, através dos números 289 599 509 ou 289598 867, visando minimizar o tempo de espera, bem como a concentração dos candidatos no local», segundo a Câmara de Albufeira.

As candidaturas de Renovações – Grau de Licenciatura também devem ser feitas entre 7 e 25 de Setembro, «devendo os/as interessados/as submeter o requerimento, boletim de candidatura (editável) e respetivos documentos através do email bolsa.ensinosuperior@cm-albufeira.pt».

O boletim de candidatura encontra-se disponível no site da autarquia. Mais esclarecimentos podem ser obtidos através dos números 289599509 ou 289598867.

Segundo José António Rolo, presidente da Câmara de Albufeira, esta é uma medida de âmbito social, que visa promover a igualdade de oportunidades no acesso ao ensino superior.

«Nos tempos que correm, de enormes dificuldades de ordem económica e social provocadas pela pandemia, o apoio às famílias e aos alunos justifica-se de forma ainda mais premente, sendo uma das várias medidas implementadas pela autarquia no sentido de diminuir as assimetrias sociais. Ao facilitarmos o acesso ao ensino superior, acreditamos estar a contribuir para o desenvolvimento mais justo e equilibrado dos jovens albufeirenses a nível educacional, social, económico e social, fomentando a formação de quadros superiores, tão necessários ao desenvolvimento do País», considerou o edil de Albufeira.

 



Comentários

pub