Lagos reabre alguns serviços e equipamentos municipais, mas prefere atendimentos à distância

Feiras de Velharias, Mercado Mensal, Mercado de Levante, venda ambulante, animação de rua só talvez a partir de Junho

Os serviços do Gabinete do Munícipe, Espaço do Cidadão, Espaço Empresa e CLAIM da Câmara Municipal de Lagos reabrem ao público, na segunda-feira, dia 18 de Maio, no horário habitual, preferencialmente para atendimentos com agendamento prévio (por telefone ou e-mail), visando evitar grandes concentrações de pessoas.

«Será dada continuidade ao atendimento à distância, recomendando-se esta opção sempre que possível», acrescenta a autarquia, para mais porque «a todos os espaços aplicar-se-ão regras restritas de segurança/ acesso e consulta».

O Arquivo Municipal (Porta da Vila) também reabre para atendimentos com agendamento prévio.

Os atendimentos técnicos serão retomados, promovendo-se a sua realização por via eletrónica ou telefone, «destinando-se o atendimento presencial exclusivamente a assuntos que não possam ser tratados pelos canais à distância».

Os equipamentos culturais, recreativos e desportivos voltam à atividade, nesta primeira fase, com a reabertura da Biblioteca Municipal e Polos de Leitura, do Centro Cultural de Lagos (na componente das exposições), do Espaço Jovem e dos equipamentos desportivos geridos pela Lagos-Em-Forma. A reabertura destes equipamentos desportivos será feira «em condições a avaliar caso a caso, conforme orientações e recomendações da DGS».

Ainda em matéria de serviços municipais, será retomada a recolha de monos e de verdes, porta-a-porta, assim como o horário regular de funcionamento dos mercados da Avenida e de Santo Amaro.

Volta também a ser autorizada a ocupação da via pública, com esplanadas e expositores devidamente licenciados, «porventura uma das medidas visualmente mais expressivas deste regresso à normalidade, acompanhando a reabertura de restaurantes e outros estabelecimentos», salienta ainda a autarquia.

As reuniões ordinárias da Câmara Municipal de Lagos voltam a estar acessíveis ao público, embora sujeitas a restritas regras de segurança, aplicáveis à generalidade dos serviços.

Em matéria de mobilidade, voltam a circular os autocarros d’A Onda nas linhas vermelha, azul, turquesa e cinza, que estiveram suspensas desde Março.

Voltam também a funcionar normalmente os parques de estacionamento da Frente Ribeirinha, Anel Verde e ZEDL (zona de estacionamento de duração limitada à superfície).

«Face à necessidade de restabelecer a normalidade possível, mas acautelando o cumprimento de todas as orientações da Direção-Geral de Saúde, que recomendam bom senso neste processo, a Câmara decidiu manter, por enquanto, a suspensão de funcionamento» das atividades de âmbito cultural, desportivo e de enriquecimento curricular, transporte em autocarros do município para atividades de âmbito cultural, desportivo e escolar extracurricular, Feiras de Velharias, Mercado Mensal, Mercado de Levante e Viv’Ó Mercado (prevendo-se que estes dois últimos possam ser retomados durante o mês de Junho), ocupação da via pública na vertente da venda ambulante, incluindo artesãos e pintores (com reinício previsível durante o mês de Junho), animação de rua (com possível retoma durante o mês de Junho), parques infantis, parques biossaudáveis, campos de jogos e parques de merendas e lazer, bem como casas de banho públicas.

Vão manter-se igualmente encerrados ao público os equipamentos museológicos (prevendo-se que possam reabrir em Junho), as ludotecas, o Centro de Documentação do Museu Municipal Dr. José Formosinho, os Antigos Paços do Concelho, a Fototeca Municipal e o Canil Municipal de Lagos, sendo que este último está contactável por via telefónica para situações de urgência e adoções.

A Câmara Municipal de Lagos apela «à compreensão e sentido cívico de todos, para que sejam seguidas com rigor as recomendações emanadas pelas autoridades de segurança e saúde pública».

Informa ainda que, a partir de 18 de Maio, só será permitido o acesso e permanência em qualquer equipamento e serviço municipal mediante uso obrigatório de máscara.

No seu comunicado, a autarquia recorda, uma vez mais, os meios de atendimento à distância disponibilizados ao cidadão.

Correio eletrónico: expediente.geral@cm-lagos.pt
Call Center: 282 771 706; 282 780 978; 282 771 702
Central Telefónica: 282 780 900; 282 771 700
Submissão de pedidos online no site do Município de Lagos, opção “Balcão Virtual”>>opção “Pedidos Online”

 

 

Comentários

pub