Prisão preventiva para homem suspeito de bater na mãe e irmã em Loulé

Ambas as vítimas sofrem de doenças

Um homem de 51 anos, suspeito de ameaçar de morte e bater, quase todos os dias, na mãe e irmã, em Loulé, ficou em prisão preventiva. 

Segundo o Ministério Público, há suspeitas de o detido, na casa onde desde 2017 todos vivem, na zona de Loulé, ameaçar de morte e agredir quase diariamente a sua mãe, de 68 anos de idade e a sua irmã, de 48 anos de idade».

Ambas as vítimas sofrem de doenças.

O inquérito é dirigido pelo MP da secção de Loulé do DIAP de Faro, com a coadjuvação da Guarda Nacional Republicana de Loulé.

Comentários

pub
pub