Deputados do PSD prometem apoiar médicos que pedem nova administração para o CHUA

Abaixo assinado de médicos «apela à nomeação de novo órgão de gestão»

Os deputados do PSD eleitos pelo círculo eleitoral de Faro prometem levar à Assembleia da República as reivindicações de «largas dezenas de médicos, entre diretores de serviço e assistentes graduados seniores», que subscreveram um abaixo assinado no qual «se rogam medidas efetivas de carácter urgente, apelando à nomeação de novo órgão de gestão» dos hospitais do Algarve.

Os social-democratas falam «num grito de revolta» da parte dos médicos, «perante a total desorientação que existe na instituição e pune o Algarve».

«A situação no CHUA degrada-se por desistência. São omissões que empurram os cidadãos para o desespero, sem consultas em tempo útil – nalgumas especialidades médias acima de 2 anos -, e que obrigam quem tem possibilidade a procurar o privado, enquanto quem não têm meios sofre, sozinho e indefeso», acusou Cristóvão Norte.

«A negação da saúde alastra no Algarve a um ritmo intolerável. É preciso que o Algarve seja prioridade nacional e que um novo conselho de administração, com novas políticas públicas, tenha condições de reunir as boas vontades que existem para darmos aos algarvios o que têm direito. No Algarve, o Serviço Nacional de Saúde de universal nada tem», defendeu o deputado algarvio do PSD.

Entre outras coisas, o abaixo- assinado «relata que não foram tomadas medidas sobre “a fixação de profissionais, de renovação tecnológica, da disponibilidade de exames complementares, nem no aproveitamento atempado de consumíveis clínicos, quando não de medicamentos”. Ora, não há como negar a gravidade destas afirmações».

Cristóvão Norte, Rui Cristina e Ofélia Ramos, os deputados do PSD eleitos pelo Algarve, «associam-se a esta iniciativa e vão tomar várias diligências no parlamento para exigir que este problema seja rapidamente superado».

Comentários

pub
pub