Teleassistência deixa idosos de Alcoutim “+Próximos” e mais seguros

Projeto envolve a Cruz Vermelha de Tavira

O projeto de teleassistência “+Próximo” vai combater o isolamento e promover a segurança da população idosa do concelho de Alcoutim.

Esta será uma iniciativa pioneira no sotavento algarvio, que será implementada pela Câmara de Alcoutim em parceria do Centro Humanitário de Tavira (CHT) da Cruz Vermelha Portuguesa, com o apoio do Ministério da Administração Interna.

«Através do simples toque de um botão, este sistema permite ao idoso em situação de solidão, emergência/urgência ou segurança ser contactado por um técnico especializado que acionará a melhor resposta», descreve a autarquia alcouteneja.

«O utente dispõe de um terminal telefónico fixo e de uma pulseira ou colar, com botão de alarme, que ao ser pressionado de qualquer parte de sua casa, estabelece contacto telefónico imediato com o Contact Center da CVP, que garante o apoio a situações de emergência/urgência, segurança e solidão, 24 horas por dia e 365 dias por ano», acrescentou a Câmara.

Esta assistência remota será garantida por dois técnicos da CVP de Tavira, Cuja missão será «estabelecer proximidade e implementar o serviço de Teleassistência junto da população idosa, bem como monitorizar o seu estado de saúde através de avaliações dos parâmetros vitais».

Técnicos da Cruz Vermelha também se irão deslocar três vezes por semana às casas das cerca de oito dezenas de idosos que foram sinalizados e estão inseridos no projeto.

A deslocação dos técnicos da Emergência CVP acontecerá três vezes por semana e abrangerá cerca de 80 idosos sinalizados no concelho de Alcoutim.

«Queremos estar presentes de diversas formas junto da população sénior: através do desporto, da cultura, com os Polos da Universidade Sénior e, também, ajudando aqueles que têm maiores problemas de isolamento, colaborando para que a sua segurança seja reforçada», resumiu Osvaldo Gonçalves, presidente da Câmara de Alcoutim.

Comentários

pub
pub