Detido jovem que batia na companheira e na mãe em Faro

Numa das vezes, o homem chegou a «atear fogo à casa»

Créditos: Depositphotos

Um jovem de 26 anos, suspeito de bater na mãe e na namorada, foi detido, esta terça-feira, 14 de Janeiro, em Faro.

Segundo o Ministério Público, há indícios de este jovem agredir a companheira, de 34 anos, desde Novembro de 2018, «apertando-lhe o pescoço, empurrando-a contra as portas e uma mesa e desferindo-lhe socos, além de a ameaçar e injuriar».

A situação não se passava apenas com a namorada. É que, «pelo menos há 10 anos», o detido também agredia a mãe, de 70 anos, com quem morava, «empurrando-a, apertando-lhe o pescoço e puxando-lhe os cabelos».

Numa dessas vezes chegou «mesmo a atear fogo à residência da família», conta a GNR, por sua vez.

O jovem está proibido de contactar com as vítimas, além de estar obrigado a afastamento da área da residência da mãe e namorada por mais de três quilómetros.

Fica ainda proibido de, em qualquer circunstância, se encontrar a menos de três quilómetros de uma das vítimas. Até avaliação da aplicação de meios técnicos de controlo das medidas, o arguido ficou sujeito a prisão preventiva.

O inquérito é dirigido pelo MP da 1ª secção de Faro do Departamento de Investigação e Ação Penal, com a coadjuvação do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da Guarda Nacional Republicana.

Comentários

pub
pub