PJ apanha candidato a bombeiro que é suspeito de atear fogos em São Brás de Alportel

O suspeito chegou a ser bombeiro voluntário, mas reprovou nas provas de acesso

A Diretoria do Sul da Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de um homem de 23 anos, «suspeito de ter intencionalmente provocado onze incêndios florestais em São Brás de Alportel».

A PJ acrescenta que «a detenção teve lugar por existirem fortes indícios de, entre Março e Setembro do corrente ano, ter ateado onze incêndios florestais, por ignição direta, em áreas arborizadas». Estes incêndios, explica a polícia, só «não atingiram maiores proporções» por causa da «rápida intervenção dos Bombeiros com meios aéreos e terrestres».

O suspeito «que chegou a exercer funções de bombeiro voluntário, vindo a reprovar em provas de acesso, exibia-se nas redes sociais completamente fardado com a indumentária de bombeiro, alardeando aquela qualidade».

A detenção ocorreu no âmbito de uma investigação tutelada pelo Ministério Público do DIAP de Faro.

O detido, de 23 anos de idade, cozinheiro, natural de Faro, sem antecedentes criminais, vai ser presente a interrogatório Judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Comentários

pub
pub