Festival do Contrabando já tem data para criar ponte entre Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana

Festival vai decorrer em Março

Foto: Nuno Costa|Sul Informação

O Festival do Contrabando volta a lançar uma ponte entre Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana entre os dias 27 e 29 de Março.

Ao longo de três dias, volta a ser possível atravessar a pé o Rio Guadiana, na companhia da História e das artes e cultura dos dois lados da fronteira, por entre muita animação.

Esta será a quarta edição deste evento, que é um dos casos de sucesso do “365Algarve”, com o apoio do qual deu os primeiros passos e cresceu.

A data da próxima edição do festival foi anunciada no domingo, durante a Feira da Perdiz, que decorreu em Martim Longo. No mesmo dia, foram apresentados o filme promocional e o novo cartaz do festival, baseado no slogan “Tráfico de Artes no Guadiana”.

 

 

Este é, segundo a Câmara de Alcoutim, «um evento diferente e singular, com uma identidade própria de fronteira e de homenagem histórica às suas gentes, através de um tema enraizado na memória coletiva local, regional, nacional e ibérica, como era a atividade do contrabando».

O festival é, desta forma, uma homenagem a estas memórias, através da animação cultural, com «mercado e teatralização de rua com personagens de época, animações musicais, folclóricas e etnográficas, espetáculos de teatro, circo e música», mas também da ponte flutuante que permite passar entre os dois lados da fronteira.

O Festival do Contrabando é organizado pelo Município de Alcoutim e pelo Ayuntamiento Sanlúcar de Guadiana e conta com o apoio do Governo de Portugal, Turismo de Portugal, Região de Turismo do Algarve e 365 Algarve, Consejeria de Presidencia de Junta de Andalucia, Diputación de Huelva, Patronato Provincial de Turismo de Huelva, Mancomunidad de Beturia e Fundación Cajasol.

Comentários

pub
pub