Albufeira quer conhecer necessidades da população com deficiência

Câmara lançou um inquérito dirigido a pessoas portadoras de deficiência

A Câmara de Albufeira está a fazer um levantamento da população portadora de deficiência do concelho e das suas necessidades.

A autarquia lançou um inquérito à população portadora de deficiência, «com vista a planear de forma mais eficaz respostas que promovam a inclusão social no concelho».

«Saber quantos são, que deficiências têm, quais as principais incapacidades e que recursos dispõem é um passo essencial para poder planear respostas promotoras de inclusão e que estejam adequadas às necessidades reais da população com deficiência e dos seus cuidadores», ilustrou Ana Pífaro, vice-presidente da Câmara de Albufeira, que teve a ideia de lançar este inquérito.

Para a vereadora da Câmara de Albufeira, «a aplicação do questionário irá permitir à autarquia dispor de informação atualizada, com dados reais, que para além da correta caracterização da população portadora de deficiência, constitui uma ferramenta de trabalho imprescindível para melhorar os serviços prestados na área da deficiência».

O documento já foi distribuído nas associações que trabalham na área da deficiência «e pode ser respondido online e de forma presencial, no Espaço Integrar ou através de visita domiciliária».

A participação no inquérito é voluntária e o questionário totalmente anónimo e confidencial, sendo dirigido por técnicos especializados. O sigilo do contacto é garantido.

A autarquia apela a quem possua ou tenha alguém a seu cargo com deficiência ou doença prolongada de natureza física, mental ou sensorial, que lhe provoque limitações no seu dia-a-dia, que colabore na resposta ao inquérito.

Mais informações podem ser obtidas através dos telefones 289 599 690 e 289 246 908 ou do email integrar@cm-albufeira.pt.

Os dados preliminares recolhidos no âmbito do presente inquérito irão ser apresentados publicamente no “IV Encontro do ODDH – Encontro – Deficiência, Políticas Públicas e Direitos Humanos”, que irá decorrer no próximo dia 13 de dezembro, no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP), da Universidade de Lisboa.

Comentários

pub
pub