CDS defende parceria público-privada para construção do Hospital Central

Assunção Cristas esteve de visita ao Algarve

O CDS/PP defende que a construção do Hospital Central do Algarve «pode passar por uma parceria público-privada». Assunção Cristas, presidente dos centristas, e João Rebelo, cabeça de lista pelo Algarve, estiveram em campanha na região, esta segunda-feira, 30 de Setembro, com a saúde a ser um dos temas abordados. 

Uma das iniciativas do périplo pelo Algarve foi a ida ao terreno, perto do Estádio Algarve, onde chegou a ser prometida a construção do Hospital Central.

Assunção Cristas e João Rebelo lembraram, a este propósito, que há «muitos problemas na saúde na região algarvia, desde as longas listas de espera para consultas, como o encerramento, por falta de especialistas, de vários serviços hospitalares essenciais à prestação de cuidados de saúde à população».

 

 

A comitiva do CDS teve ainda uma reunião com a Associação de Regantes e Beneficiários de Silves, Lagoa e Portimão, onde diz que tomou «conhecimento das dificuldades que existem devido à seca extrema na região».

Assunção Cristas visitou ainda uma produção de laranja e abacate, referindo que, para cada região, é necessária uma solução e que devem ser feitos estudos para que se consiga chegar a essa solução.

A presidente do CDS e os candidatos também estiveram na Congelados, em Odiáxere, concelho de Lagos.

 

Fotos: Isabel Santiago | Sul Informação

 

 

Comentários

pub
pub