Universidade do Algarve regista «melhores resultados desde 2010» com colocação de 1231 alunos

Os novos alunos da Universidade do Algarve vão ser recebidos, de 9 a 17 de Setembro, com um programa repleto de atividades

1231 colocados. A Universidade do Algarve (UAlg) atingiu o número mais elevado de candidatos colocados na 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior dos últimos nove anos, cujos resultados acabam de ser conhecidos, este domingo, 8 de Setembro. O crescimento é mesmo superior à média nacional.

De acordo com os resultados da 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior de 2019/20, recentemente publicados, a UAlg volta a registar um aumento na procura, crescendo 1,7% face a 2018/19 ( 21 colocados).

A nível nacional o crescimento do número de colocados foi mais modesto, fixando-se em 1,2%.

Estes são os melhores resultados da academia algarvia desde o ano de 2010. Trata-se do terceiro ano consecutivo de crescimento (2017/18: 8,4%, 2018/19: 3,9% e 2019/20: 1,7%).

Nos últimos seis anos só foi registada redução do número de colocados em 2016/17 (-3,9%). O número de colocados em 2019/20 é superior em 48,8% ao verificado em 2013/14 (827 colocados).

Analisando os dados deste concurso, chega-se à conclusão de que houve 21 cursos que esgotaram vagas: Ciências Biomédicas, Línguas, Literaturas e Culturas, Psicologia, Artes Visuais, Ciências da Educação e Formação, Línguas e Comunicação, Ciências Farmacêuticas, Gestão de Empresas, Sociologia, Ciências da Comunicação, Design de Comunicação, Educação Social, Desporto, Gestão, Gestão Hoteleira, Marketing, Turismo, Gestão (Polo de Portimão), Turismo (Polo de Portimão), Enfermagem e Ciências Biomédicas Laboratoriais.

Este ano, o curso em que o último candidato teve uma média de entrada mais alta foi Agronomia (141,4). Curiosamente, o curso só recebeu…três colocados e ficou com 17 vagas.

De resto, Engenharia Alimentar, por exemplo, não recebeu nenhum aluno e Engenharia Civil apenas teve dois colocados.

Por sua vez, o número de candidatos em primeira opção cresceu 8,0%, de 978 (2018/19) para 1056 (2019/20), bem acima dos 3,4% registados a nível nacional.

Segundo a UAlg, «é a primeira vez, desde 2010, que o número de candidatos em 1.ª opção é superior a 1000».

A taxa de preenchimento das 1475 vagas da UAlg a concurso subiu para 83,5% (82,0% em 2018/19), aproximando-se da média nacional (87,5%). Para as fases seguintes do Concurso Nacional de Acesso ficam disponíveis 277 vagas, o que representa uma redução de 9,5% face a 2018/19, em que tinham ficado por preencher 306 vagas.

 

Paulo Águas

 

Para Paulo Águas, reitor da UAlg, «continuar a registar crescimentos do número de colocados superiores à média nacional, é um excelente resultado».

Na sua opinião, «o aumento significativo do número de candidatos em primeira opção traduz o reforço da competitividade da UAlg, resultado de uma estratégia coesa verificada nos últimos anos».

É que, contrariamente ao verificado em 2018/19, o aumento da percentagem nacional de colocados, de 2,75% para 2,77%, não decorreu do aumento do número de vagas na UAlg.

Contudo, explica Paulo Águas, «a diminuição da população jovem faz com que as perspetivas futuras para o recrutamento de estudantes através do Concurso Nacional de Acesso não sejam muito animadoras, daí a nossa aposta no recrutamento de estudantes internacionais, que regista um novo crescimento em 2019/20 de 8,5%, de 270 para 293 inscritos».

Os novos alunos da Universidade do Algarve vão ser recebidos, de 9 a 17 de Setembro, com um programa repleto de atividades, que lhes permitirá conhecer a Academia, a cidade que os acolhe, os cursos e os novos colegas. Toda a informação referente à Semana de Acolhimento e às matrículas pode ser consultada no portal da UAlg.

Os alunos colocados na 1.ª Fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior poderão realizar a sua matrícula e inscrição online entre os dias 9 (a partir das 9h00) e 12 de Setembro (até às 23h59).

Os alunos que pretendam realizar as matrículas e inscrições presenciais poderão fazê-lo, de 9 a 12 de Setembro, das 9h30 às 12h00 e das 14h00 às 16h00, em dias distintos consoante o curso de cada aluno (consultar portal), no Campus da Gambelas, em Faro.

Simultaneamente, os alunos poderão visitar o Campus Life, uma mostra de várias valências: académicas, desportivas, culturais, transportes públicos, aconselhamento psicopedagógico, alojamento, entre outras.

Totalmente gratuitas, entre os dias 13 e 15 de Setembro, iniciam-se várias atividades de lazer. Os novos alunos poderão participar em Open Days de Surf, Bodyboard e de Vela, organizadas pelo Gabinete de Desporto da Associação Académica e dinamizadas pela Associação AMAR, Club de Surf de Faro e do Ginásio Clube Naval de Faro.

Já a 16 de Setembro, a partir das 8h45, os novos alunos vão ser recebidos numa sessão solene, que decorrerá no Teatro Municipal de Faro, com a presença do reitor da Universidade do Algarve, do presidente da Câmara Municipal de Faro Rogério Bacalhau e do presidente da Associação Académica Pedro Ornelas.

De seguida, às 11h30, realizam-se as sessões de acolhimento nas Unidades Orgânicas, onde os novos alunos serão recebidos pelos respetivos diretores. Os alunos de regime noturno terão a sua sessão de acolhimento, às 20h00, no auditório da Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo (ESGHT), no Campus da Penha.

De referir ainda que, no dia 17 de Setembro, às 11h30, os alunos de regime diurno que ingressarem na Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo (ESGHT), no Campus de Portimão, serão recebidos no TEMPO – Teatro Municipal de Portimão, pelo reitor da UAlg e pela presidente da Câmara Municipal Isilda Gomes. Já os alunos de regime noturno terão a sua sessão de acolhimento, às 20h00, na sala 5, no Campus de Portimão.

Sob o mote do slogan da Universidade do Algarve – Estudar Onde É Bom Viver -, a academia algarvia diz que «pretende proporcionar uma inovadora Semana de Acolhimento para dar a conhecer um pouco do que torna a vivência universitária na UAlg singular e especial, esperando contribuir para uma rápida e saudável integração dos novos alunos, junto da comunidade académica e da cidade que os irá acolher».

Comentários

pub
pub