Engenheiros de 21 países debatem desenvolvimento sustentável na UAlg

A descarbonização será um dos temas centrais de um congresso internacional que decorrerá em Faro

O Congresso Internacional de Engenharia e Sustentabilidade no século XXI – INCREaSE 2019 vai trazer mais de 150 pessoas de 21 países ao Instituto Superior de Engenharia (ISE), no Campus da Penha da Universidade do Algarve, em Faro, entre os dias 9 e 11 de Outubro.

A unidade orgânica da universidade algarvia vai organizar este evento internacional cujo principal objetivo é «contribuir para o desenvolvimento sustentável de forma multidisciplinar». Na edição de 2019, «será dado ênfase ao desafio da descarbonização no atual cenário de emergência climática», segundo a UAlg.

Além das alterações climáticas e da proteção ambiental, serão abordados no INCREaSE 2019 os temas “Tecnologias Oceânicas e Costeiras”, “Energias Renováveis e Eficiência Energética”, “Água para os Ecossistemas e Sociedade”, “Alimentação Saudável”, “Turismo Sustentável”, “Smart Cities” e “Mobilidade Inteligente e Acessibilidade”, entre outros.

O evento «envolverá entidades nacionais e internacionais, incluindo empresas, académicos e investigadores, que desenvolvem esforços para a implementação de estratégias inovadoras, procurando a sustentabilidade das sociedades atuais nos vários domínios da Engenharia».

Este congresso, que toca diferentes áreas da engenharia – Engenharia Civil, Eletrónica, Alimentar e Mecânica – tem como públicos-alvo investigadores, técnicos e especialistas, nacionais e estrangeiros, ligados às diversas áreas da engenharia, bem como às temáticas transversais e demais tópicos relacionados.

Para Manuela Moreira da Silva, docente do ISE e presidente do Conselho Técnico-Científico do congresso, esta uma iniciativa de grande importância, tendo em conta que se vão reunir na Universidade do Algarve «especialistas dos diversos quadrantes científicos e geográficos, que têm vindo a desenvolver esforços para criar soluções para os difíceis desafios a enfrentar nos dias de hoje».

Na sessão de encerramento, que se focará no desafio da descarbonização, será feita uma apresentação do projeto Culatra 2020, coordenado pela Universidade do Algarve e dinamizado em parceria com a Associação de Moradores da Ilha da Culatra.

Mais informação sobre este congresso pode ser encontrada no site do evento.

Comentários

pub
pub