Câmara renova protocolo com Banda Filarmónica e Escola de Música de Aljezur

Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Aljezur criou, em 1988, a sua Banda Filarmónica

A Câmara de Aljezur e a Banda Filarmónica e Escola de Formação Musical da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Aljezur assinaram, no passado mês de Agosto, um novo protocolo de colaboração. 

«A autarquia reconhece assim o trabalho desenvolvido com a sua escola de música e com a Banda Filarmónica, um dos embaixadores do Município de Aljezur».

A Câmara garante que «continua empenhada em manter o apoio na manutenção e afirmação de todas as vertentes que desenvolve, nomeadamente no trabalho desenvolvido pela sua Banda Filarmónica, assim como o reconhecimento pela qualidade do trabalho desenvolvido com os jovens do concelho».

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Aljezur criou em 1988 a sua Banda Filarmónica, à qual associou a Escola de Música.

Desde então tem vindo a envolver músicos das várias camadas etárias. Neste momento, a banda tem cerca de 40 músicos.

Já a escola de música tem perto de 30 alunos.

«Ambas as instituições estão de acordo sobre a necessidade de rever e atualizar o acordo de cooperação existente entre as partes, sendo de elementar justiça garantir a presença do maestro Ricardo Pires à frente da escola de música e enquanto maestro da Banda Filarmónica, onde tem sido desenvolvido um trabalho de excelência, quer no ensino e na formação musical onde a Banda tem vindo a crescer, quer em termos de quantidade de elementos e em termos da sua qualidade musical».

Comentários

pub
pub