Orçamento Participativo de Mértola teve cinco propostas vencedoras

A construção de um xitódromo em Moreanes é um dos projetos vencedores

As propostas “Escola Mais Ativa”, no Orçamento Participativo Geral (OPG), e “Canoagem para todos”, no Orçamento Participativo Jovem (OPJ), foram as mais votadas nesta primeira edição do Orçamento Participativo de Mértola, uma iniciativa em que a população propôs e escolheu os projetos que a Câmara Municipal de Mértola irá desenvolver.

Além destas propostas, foram também aprovadas a construção do Parque Infantil em Espírito Santo, e o “Xitodrómo de Moreanes” no OPG e a criação “Prémio Jovem Empreendedor” e dinamização de ações de apoio ao empreendedorismo jovem/juvenil no OPJ.

A proposta “Escola Mais Ativa” foi apresentada por Regina Mendonça e pretende dotar os Centros Educativos/EB1 existentes de materiais de caráter lúdico pedagógico adequados ao desenvolvimento das capacidades motoras essenciais nos respetivos escalões etários dos alunos.

Cada Kit será composto por materiais de fácil transporte e arrumação, dadas as características da população alvo e dos espaços existentes, e que passarão por kits de materiais para o desenvolvimento da motricidade e capacidades físicas variadas. O valor estimado para a aquisição dos materiais é de cerca de 18 mil euros.

A segunda proposta mais votada no OPG foi a construção de um parque Infantil em Espírito Santo, com área aproximada de 100 m2, localizado no espaço exterior da Antiga Escola Primária de Espírito Santo, (propriedade da Câmara Municipal de Mértola).

«É muito importante a construção deste equipamento pois na Freguesia de Espírito Santo não existe nenhum equipamento para as crianças. Atualmente, residem 20 crianças até aos 12 anos, e este número aumenta nos fins de semana e férias», realça a Câmara de Mértola. A iniciativa foi de José Romana e tem um custo previsto de 20 mil euros.

Em terceiro lugar ficou a proposta de construção de um xitódromo em Moreanes, apresentada por Luís Pernas. Este projeto consiste na construção de um parque de merendas e um terreiro para jogos tradicionais, num espaço na zona norte de Moreanes, junto da saída para as Serralhas, «de modo a envolver a população local e permitir estada e lazer e principalmente conceber um lugar com forte identidade regional». O valor previsto para a construção do equipamento é de 20 mil euros.

“Canoagem para todos” foi a proposta mais votada no OPJ, uma iniciativa do jovem canoísta Henrique Domingues, e pretende o reforço dos equipamentos para a iniciação e aprendizagem de canoagem, a disponibilizar aos centros educativos, escolas, associações, clubes e outras entidades com competências nesta área. O valor previsto para a aquisição dos materiais é de 9920 euros.

Em segundo lugar ficou a proposta de criação do “Prémio Jovem Empreendedor” e dinamização de ações de apoio ao empreendedorismo jovem/juvenil apresentada por Luís Martins.

Esta proposta tem como objetivo a realização de ações de sensibilização destinadas a todos os jovens do concelho, começando nos alunos do ensino secundário tradicional e nos alunos da escola profissional, indo até aos jovens (até 30 anos) que pretendam começar um novo negócio.

A proposta contempla também ações de sensibilização para o empreendedorismo junto da comunidade escolar e local, workshops temáticos junto da comunidade escolar e local e o Prémio Jovem Empreendedor. O valor previsto para a execução da iniciativa é de 10 mil euros.

Comentários

pub
pub