Centro de Apoio à Vida Independente ajuda quem mais precisa no Baixo Alentejo

Ministro Vieira da Silva participou na iniciativa

Foto: António Bota, publicada no Facebook

Apoiar pessoas com deficiência ou incapacidade, residentes nos concelhos de Castro Verde, Ourique, Almodôvar, Mértola e Odemira. Este é o objetivo do Centro de Apoio à Vida Independente (CAVI), da Cooperativa Cercicoa, inaugurado esta segunda-feira 29 de Julho, em Almodôvar, por Vieira da Silva, ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. 

Esta é uma iniciativa realizada no âmbito do programa Modelo de Apoio à Vida Independente (MAVI).

Segundo António Bota, presidente da Câmara de Almodôvar, estas são «medidas inovadoras em Portugal no âmbito do apoio às pessoas com deficiência, protagonizadas neste caso pela CERCICOA, com sede em Almodôvar».

Já existe «em funcionamento uma estrutura de gestão de apoio à vida independente, responsável pela disponibilização da assistência pessoal às pessoas com deficiência ou incapacidade», acrescenta. O novo CAVI apoia, por exemplo, perto de 20 pessoas, segundo o jornal Correio do Alentejo.

 

Foto: António Bota, publicada no Facebook

 

A ideia é possibilitar atividades que, de outra maneira e sem ajuda, seriam impossíveis.

«A Cercicoa responde assim a um problema social, com programa de âmbito nacional, e contribui ainda para o crescimento da empregabilidade no concelho de Almodôvar com recurso a técnicos operacionais e a técnicos especializados para laborarem nesta atividade tão difícil mas de tanta importância para todos nós», refere António Bota.

Nesta visita e inauguração também participou Ana Sofia Antunes, secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência.

Comentários

pub
pub