Projeto de integração de imigrantes em Odemira apresentado em Bruxelas

Projeto “Odemira Integra +” encontra-se na segunda fase de execução, com financiamento garantido até Agosto de 2020

O projeto “Odemira Integra +”, que trabalha o acolhimento de imigrantes neste concelho alentejano, foi apresentado na passada terça-feira, 25 de Junho, no Comité Europeu das Regiões, em Bruxelas. 

Deolinda Seno Luís, vereadora da Câmara de Odemira responsável pela área da Intervenção Social e presidente da Comissão local para a Interculturalidade, teve a oportunidade de apresentar o projeto que tem como principal objetivo implementar uma estratégia nascida em 2014, assente na participação de 45 parceiros da comunidade, capaz de melhor acolher e integrar os imigrantes nacionais numa perspetiva de inclusão, favorecendo o enriquecimento cultural, social e económico do território e atenuando os impactos desta mudança social.

Com este seminário “Integração de migrantes e refugiados em pequenos territórios: um fator de desenvolvimento local”, o Comité Europeu das Regiões e demais entidades parceiras, pretenderam dar visibilidade à importância das migrações para o desenvolvimento nos territórios de baixa densidade, partilhar conhecimentos e experiências de projetos em execução e recolher informação que contribua para a definição de novas políticas públicas favorecedoras de uma melhor integração e coesão social nestas comunidades, além de 2020.

Portugal é um dos 35 países que integra a iniciativa “Regiões e Cidades a favor da Integração” do Comité Europeu para as Regiões, tendo o convite endereçado ao Município de Odemira surgido em resultado da vasta experiência do concelho na implementação de medidas e projetos de acolhimento e integração de migrantes no seu território, com o apoio do Alto Comissariado para as Migrações, das empresas, entidades públicas, ONG e representantes de migrantes envolvendo financiamentos comunitários, governamentais, municipais e empresariais.

Foi ainda salientada a importância da criação de redes colaborativas de parceiros, de que é exemplo a “Comissão Local para a Interculturalidade” para potenciar esse objetivo.

O projeto “Odemira Integra +” encontra-se na segunda fase de execução, com financiamento garantido até Agosto de 2020 e tem em implementação 32 medidas, em 13 áreas de intervenção.

Comentários

pub
pub