Irmandade histórica entre a Fuzeta e Ílhavo é (duas vezes) oficial

Fuzeta acolheu no sábado a 2ª cerimónia solene do acordo de geminação

A irmandade já existia há muito e foi forjada nas campanhas de pesca do bacalhau na Terra Nova. Desde 2019, a Fuzeta e Ílhavo são oficialmente irmãs, na sequência de um acordo de geminação assinado em Maio e que foi celebrado com pompa e circunstância este sábado, na freguesia do concelho de Olhão.

Depois de uma delegação da Fuzeta se ter deslocado a Ílhavo, a 28 de maio, para assinar o protocolo de geminação desta localidade, através da Freguesia de São Salvador de Ílhavo e a União de Freguesias de Moncarapacho e Fuzeta, no sábado, dia 22, foi a vez de um grupo de habitante de Ílhavo vir ao Algarve para a 2ª Sessão Solene da cerimónia de geminação, que decorreu na Biblioteca Prof. Maria José Fraqueza, na Fuzeta.

«Durante muitos anos estas duas comunidades formaram uma irmandade na pesca do bacalhau que pelos mares da Terra Nova deixaram sangue, suor e vidas. A partir de agora cabe a nós deixar raízes para que no futuro esta irmandade continue a perdurar e que sejam desenvolvidos intercâmbios a vários níveis», considerou Manuel Carlos, presidente da União de Freguesias de Moncarapacho e Fuzeta, na cerimónia.

«Esta geminação vai caminhar pela riqueza cultural dos dois povos. Nunca iremos abandonar o que nos uniu (a pesca do bacalhau) mas vamos trazer mais coisas para esta geminação: o nosso folclore, o teatro, os artistas… será muito abrangente. Espero que os dias 18 de maio e 22 de Junho fiquem marcados nas nossas comunidades», desejou, por seu lado, João Campolargo, presidente da Junta de Freguesia de São Salvador.

Depois da assinatura do Protocolo de Geminação, os dois presidentes inauguraram um monumento na Zona Ribeirinha da Fuzeta, denominado “A Zagaia”, da autoria de Pedro Baltazar e que «simboliza um dos apetrechos utilizados na pesca do bacalhau e que contém a placa alusiva a esta união entre as duas comunidades piscatórias».

À noite a comitiva de Ílhavo festejou o São João, numa sardinhada com a comunidade da Fuzeta.

 

Fotos: União de Freguesias de Moncarapacho e Fuzeta

Comentários

pub
pub