CDS-PP quer saber porque é que ainda não foram contratados pediatras para o CHUA

Centristas querem garantias de que a situação de encerramento da Maternidade de Portimão não se voltará a repetir

Os deputados do CDS-PP João Rebelo, Teresa Caeiro e Isabel Galriça Neto querem saber porque porque é que, sendo reconhecido pelo Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) que, para resolver o problema da falta de médicos pediatras, será necessário recorrer a empresas de prestação de serviços médicos, o problema ainda se mantém.

Os deputados, numa pergunta endereçada ao Ministério da Saúde, questionam ainda sobre as «medidas que foram já tomadas para efetivar estes contratos».

Os parlamentares centristas querem ainda saber se Marta Temido, ministra da Saúde, «está em condições de garantir que esta situação não se voltará a repetir e para quando a contratação de especialistas em pediatria para o Hospital de Portimão».

Em duas últimas questões, os deputados do CDS-PP questionam acerca das medidas que estão a ser tomadas para garantir que é assegurado o acesso à saúde a toda a população servida pelo Hospital de Portimão, o que «claramente não se está a verificar».

As perguntas do CDS-PP surgem no seguimento do encerramento da maternidade do Hospital de Portimão entre a passada sexta-feira, dia 7 de Junho, e hoje, dia 11.

Conforme foi noticiado pelo Sul Informação, a administração do CHUA reconhece a carência destes especialistas e a dificuldade em contratá-los, pelo que foram desencadeadas, «sem sucesso, algumas diligências, nomeadamente o pedido de cedência temporária ou partilha pontual de médicos pediatras junto de diversos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), contactados mais de 50 pediatras através de empresas de prestação de serviços médicos, bem como foram desenvolvidos vários concursos que ficaram desertos, por falta de candidatos».

O CHUA garante mesmo que está «inteiramente disponível para contratar, de imediato, médicos pediatras» e acrescenta que «no âmbito do concurso nacional para admissão de pessoal médico para área hospitalar atualmente em curso, encontram-se abertas duas vagas para pediatras para o Centro Hospitalar Universitário do Algarve».

O CDS-PP encara estes factos «com muita preocupação, considerando ser absolutamente necessário e prioritário assegurar tanto o acesso à saúde, como a qualidade da prestação de cuidados de saúde à população, o que, neste caso, claramente, não está a acontecer».

Comentários

pub
pub