Cristina Branco vai dar a sua voz a filme mudo que viu «centenas de vezes»

Edição deste ano do “Video Lucem” termina com cine-concerto no Quartel Militar de Tavira

Será uma estreia em cine-concertos, mas isso não assusta Cristina Branco, fadista que, esta sexta-feira, 17 de Maio, a partir das 21h30, vai musicar o filme mudo “The River”, em pleno Quartel Militar de Tavira. 

Esta será a última sessão do “Video Lucem”, iniciativa apoiada pelo “365Algarve” e que tem levado cine-concertos a diferentes pontos da região.

Na tela, montada no Quartel Militar de Tavira, passará, para abrir o apetite, “Algarve”, pequeno filme turístico, de Amélia Borges Rodrigues, rodado em 1934. O acompanhamento ao vivo será feito por Orlando Almeida, Alexis Simões e Carlos Matos.

Segue-se depois o momento mais aguardado. “The River”, filme de Frank Borzage (1928), parcialmente perdido, será exibido, com Cristina Branco a assegurar a parte musical do cine-concerto.

«Preparar tudo tem sido muito gratificante. Ainda vamos ter um ensaio geral antes do concerto, porque é algo mesmo especial. Fazer música para um filme não é assim tão evidente. Temos de respeitar a minutagem, ter cuidado com as cenas e fazer com que as pessoas tenham a mesma linha temporal e emocional», disse Cristina Branco, ao Sul Informação. 

No fundo, a ideia é que a «música sirva as imagens da melhor maneira possível».

«É um trabalho que está a ser feito de raiz. As pessoas não vão ouvir um concerto normal, as músicas vão aparecer e reaparecer, dependendo daquilo que está a acontecer na cena. Não haverá interrupções, aplausos e isso é um desafio», considerou em entrevista ao nosso jornal.

 

Quartel Militar de Tavira, também conhecido como Quartel da Atalaia

Para musicar “The River”, filme que esteve perdido e foi descoberto e restaurado, Cristina Branco viu a película «centena de vezes».

«É um filme muito artístico, sobre o desenrolar de uma ligação amorosa, mas é estupidamente inocente», contou, entre risos.

Apesar de não estar completa com todas as imagens, a película, que conta com interpretações de Charles Farrell e Mary Duncan, será exibida com a informação das cenas em falta.

No acompanhamento a Cristina Branco, estarão «os de sempre»: Bernardo Couto, na guitarra portuguesa, Bernardo Moreira, no contrabaixo, e Luís Figueiredo, no piano.

«Vai ser um desafio, mas eu não gosto que as coisas sejam fáceis. Adoro quando há algo que entra na engrenagem e nos faz pensar», concluiu, nas suas declarações ao Sul Informação. 

Os bilhetes para este cine-concerto custam 7,5 euros e podem ser comprados aqui.

Com este espetáculo, chega ao fim a 3ª edição do “Video Lucem”, iniciativa promovida pelo Cineclube de Faro e que levou cine-concertos a espaços alternativos, como o Antigo Armazém das Conserveiras do Sul, em Olhão, e o Palácio de Estoi.

Comentários

pub
pub