Europeias2019: PS ganha em todos os concelhos do Algarve, Bloco é a 3ª força

BE e PAN garantiram grandes performances, também em terras algarvias

O Partido Socialista, tal como a nível nacional, também ganhou no Algarve, onde obteve 34,18% dos votos expressos em urna, nas Eleições Europeias deste domingo, 26 de Maio. Os socialistas foram ainda os vencedores em todos os concelhos da região, mesmo naqueles governados, a nível autárquico, por outras forças políticas (PSD ou CDU).

Tal como se pode ver na infografia produzida e publicada pelo Sul Informação, a nível regional, o PSD foi o segundo partido mais votado, mas a grande distância dos socialistas, com 16,9% dos votos.

Segue-se o Bloco de Esquerda, o terceiro mais votado na região (12,94%), mas que, em alguns municípios (Portimão, Olhão e Lagos), foi mesmo a segunda força mais escolhida pelos eleitores.

A CDU foi a quarta força mais votada (7,29%), mas perseguida de muito perto pela grande surpresa destas eleições, mesmo a nível nacional, o PAN, que obteve uma percentagem regional de 6,15%.

O PAN conseguiu votações expressivas sobretudo nos concelhos mais urbanos e populosos, sendo mesmo a 4ª força mais escolhida em Lagos (7,06%) e em Loulé (5,88).

Quanto aos socialistas, que, como já se viu, venceram no Algarve e em todos os seus municípios, obtiveram a sua votação mais expressiva em Alcoutim (53,67%) e a menos elevada em Albufeira (29,54%), ainda assim, com cerca de 9% mais votos que os obtidos pelo PSD neste concelho.

Em Lagoa, de onde é originário o único algarvio que integrou as listas do PS, o advogado e presidente da Assembleia Municipal José Águas da Cruz, os socialistas obtiveram 37,51% das preferências dos eleitores, deixando o PSD a grande distância (16,55%).

Confirmando o trambolhão que a CDU deu a nível nacional, nestas Eleições Europeias, a coligação apenas fez um brilharete em Vila Real de Santo António, onde obteve o segundo lugar (14,68%), à frente do PSD que até governa a Câmara local. Os comunistas foram terceiros em Silves (com 12,65%, depois de PS e PSD) e em Alcoutim (8,35%).

E quanto à abstenção? Mais uma vez (e enquanto se espera os resultados finais a nível nacional), os algarvios foram dos que mais faltaram na hora de ir às urnas. A taxa de abstenção no Algarve fixou-se em 73,08%. Ou seja, três quartos dos eleitores algarvios não foram votar… Na globalidade do país, a abstenção deverá ficar entre 69 e 70%.

Comentários

pub
pub