Obra musical inspirada em poema de João Lúcio com estreia mundial em Faro

“O Meu Algarve” foi uma encomenda do FIMA ao compositor Luís Soldado

A obra “O Meu Algarve”, escrita pelo compositor Luís Soldado inspirado pelo poema homónimo de João Lúcio, vai ser apresentada em estreia mundial na sexta-feira, dia 12, no auditório do Conservatório Regional do Algarve Maria Campina, em Faro, num concerto que juntará a soprano Dora Rodrigues e a Orquestra Clássica do Sul (OCS).

Este espetáculo será precedido de uma exposição de fotografia e de uma palestra sobre o poeta olhanense João Lúcio, cujo poema “O Meu Algarve”, escrito em 1905, é o ponto de partida «para uma noite dedicada à região algarvia», segundo a OCS, que organiza o Festival Internacional de Música do Algarve (FIMA), no âmbito do qual a iniciativa se realiza.

A convite da Orquestra Clássica do Sul, o compositor português Luís Soldado criou um ciclo de cinco canções que «personificam, de certa forma, a simplicidade e ingenuidade do meu Algarve mas também o de João Lúcio. Distantes da minha estética atual, não resisti em revisitar algumas das primeiras melodias que compus, ainda como adolescente, e, a partir delas, compor a maioria destas cinco canções que são um misto de alegria e saudade», segundo o compositor.

Esta obra, para voz e orquestra, será interpretada pela reconhecida soprano Dora Rodrigues, que se fará acompanhar pela Orquestra Clássica do Sul sob a direção do maestro Rui Pinheiro.

O restante programa será completado com obras de inspiração portuguesa, com destaque para o “Divertimento nº1” de Joly Braga Santos, «um dos maiores compositores modernos portugueses e cuja música é imbuída de um forte caractér nacionalista – uma espécie de “folclore imaginário”».

A partir das 20h00 estará em exposição, na galeria do Conservatório, uma coleção de fotografias antigas do Algarve e, às 20h15, terá início uma palestra com o escritor Vasco Prudêncio, autor do livro “O Criador de Fantasmas”, um estudo inédito sobre João Lúcio.

Os bilhetes para o concerto “O Meu Algarve – música de inspiração nacional”, a iniciar às 21h00, custam 12 euros e podem ser comprados online ou no local do evento no próprio dia do espetáculo a partir das 20h00. A visita à exposição e a participação na palestra têm entrada gratuita.

O FIMA é um dos eventos que integram a programação do “365Algarve”.

Comentários

pub
pub