Ilha de Tavira já tem cais provisório, enquanto novo é construído

Obra do novo cais custa 2,5 milhões de euros

O cais provisório na Ilha de Tavira, que vai funcionar enquanto decorrem as obras de construção do novo cais, foi instalado esta segunda-feira, 15 de Abril, e vai permitir o acesso a esta zona balnear durante a época estival.

As obras de construção no novo cais arrancaram há algumas semanas, mas o seu prazo de execução é de 12 meses, pelo que a empreitada não ficará pronta a tempo do Verão.

Em Agosto de 2017, quando foi assinado o protocolo tripartido entre Sociedade Polis Ria Formosa, Câmara de Tavira e Docapesca, que definiu o modelo de financiamento da obra, que custa 2,5 milhões de euros, João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente garantiu que, apesar de as obras do novo cais decorrerem durante o Verão, seria possível aceder à Ilha de Tavira, de barco, «com conforto».

A intervenção, há muito reclamada, permitirá melhorar «as condições de conforto e segurança» para os utentes da Ilha e prevê não só a criação de um novo cais, com quatro zonas de embarque distintas, mas também intervir na rampa de varadouro, para acesso de veículos, do lado da Ilha.

Futuro cais da Ilha de Tavira

O projeto prevê a remoção do atual cais e a sua substituição por uma estrutura polivalente. A ideia é «potenciar o cais para embarque/desembarque de passageiros e para cargas/descargas», ao mesmo tempo que se coloca nova iluminação, segundo a Sociedade Polis.

No cais em si, serão criadas quatro áreas distintas. Duas delas destinam-se aos barcos de carreira, com uma das zonas a servir a linha fluvial que parte de Tavira e a outra a que parte das 4 Águas. Os demais pontões servirão para cargas e descargas e para uso dos barco-táxi e das empresas maritimo-turísticas.

A outra área de intervenção, onde será instalada a rampa de varadouro, fica mesmo em frente ao Cais das 4 Águas, uma zona acessível por veículos, da parte da ilha – atualmente, é por ali que se faz a recolha do lixo da Ilha, para o trazer para o continente.

A intervenção também contempla dragagens, para facilitar as manobras frente ao novo cais, e a colocação de painéis solares.

Comentários

pub
pub