Vilamoura recebe bandeira “Cidade de Excelência” pelos projetos de mobilidade

Galardão reconhece «manancial de planos, projetos, ações e iniciativas em contexto de mobilidade suave, que tiveram e terão lugar no espaço público de Vilamoura»

Vilamoura recebeu, esta terça-feira, 6 de Novembro, a bandeira “Cidade de Excelência – Nível III” «pelas práticas inovadoras na acessibilidade para todos e mobilidade pedonal e ciclável». 

A cerimónia decorreu « na sede da Inframoura», reconhecendo o trabalho que esta empresa municipal «tem vindo a desenvolver no âmbito da qualificação urbana».

«Este reconhecimento deve-se ao grau de evolução da implementação do Plano de Ação Local proposto pela Inframoura aquando da adesão à Rede de Cidades e Vilas de Excelência, incidindo nos eixos “Cidade ou Vila Acessível para Todos” e “Cidade ou Vila Ciclável e de Mobilidade Amigável”», explica a Inframoura.

A Rede de Cidades e Vilas de Excelência reconhece com este galardão «o manancial de planos, projetos, ações e iniciativas em contexto de mobilidade suave, que tiveram e terão lugar no espaço público de Vilamoura, visando assim tornar este núcleo urbano cada vez mais num espaço de referência pela acessibilidade universal e pelo foco nos modos suaves de deslocação».

Quando a Inframoura aderiu à Rede de Cidades e Vilas de Excelência, «foram desenvolvidos vários planos e estudos em Vilamoura, entre os quais se destacam o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável de Vilamoura, o Plano de Ação para a Rede Ciclável de Vilamoura, o enquadramento da sinalização vertical direcional no contexto particular de Vilamoura e o projeto de sinalização pedonal de Vilamoura».

No que concerne a projetos de requalificação do espaço público, a Rede de Cidades e Vilas de Excelência destaca as requalificações da alameda da Praia da Marina, da rua do Sol, do Clube Náutico, da rua da Botelha e do Centro Tivoli.

Com foco nos modos suaves de deslocação, foram considerados o projeto para a criação da ciclovia na Avenida Engenheiro João Meireles, o corredor de mobilidade para os modos suaves na rua dos Estados Unidos da América, a monitorização da mobilidade pedonal na Avenida da Marina, a implementação de rede energicamente autónoma de distribuição de Wifi e sistema de monitorização ambiental na Avenida Engenheiro João Meireles, ampliação da rede de sensores e monitorização do uso da bicicleta em vivência urbana e desenvolvimento da app mobile para uso do sistema de bicicletas partilhadas.

Já no que diz respeito ao trânsito e estacionamento, a rede destacou a implementação do sistema de gestão de tráfego, a colocação de semáforos na periferia e o projeto do parque de estacionamento Melvin Jones.

Projetos e iniciativas como a substituição de luminárias convencionais de baixa eficiência energética por tecnologia LED, a implementação da aplicação do cidadão – Inframoura Share, a conceção do sistema integrado de gestão de frota da Inframoura e o projeto colaborativo com o Colégio Internacional de Vilamoura, também foram tidos em conta para esta entrega.

Por fim, a rede frisou com «devida importância a ação de implementação da rede de pontos de carregamento de veículos elétricos em Vilamoura».

Comentários

pub
pub