Lagoa volta a discutir o enoturismo com visitas a adegas e debates

Iniciativa «pretende reforçar a ligação do setor vinícola ao setor turístico»

A apresentação de itinerários enoturísticos no Algarve, painéis de debate e visitas a adegas são iniciativas das III Jornadas de Enoturismo que se realizam nos dias 9 e 10 de Novembro, em Lagoa. 

«Queremos que o Algarve, enquanto destino turístico, com uma oferta incidente no produto sol, mar e golfe, apresente uma oferta estruturada na área do enoturismo», segundo Francisco Martins, presidente da Câmara de Lagoa, concelho que se associa às comemorações do Dia Mundial do Enoturismo com estas jornadas.

«A iniciativa pretende reforçar a ligação do setor vinícola ao setor turístico, avaliar o contributo desta área enquanto complemento da oferta turística, apresentar boas práticas e casos de sucesso a nível internacional e nacional, bem como debater as oportunidades para o setor, envolvendo diversos atores do mundo do vinho na região: produtores, hoteleiros e empresários da restauração, entre outros», explica a autarquia lagoense.

«Existem exemplos de boas práticas por todo o país, mas que ainda não estão generalizadas na região. Pretendemos aumentar o número de turistas, diversificando e enriquecendo a sua experiência através da visita a locais como adegas, caves ou vinhas», referiu Francisco Martins.

O presidente da Câmara de Lagoa espera que este evento possa servir de «pontapé de saída» para estruturar o produto enoturismo, «com forte potencial na região, não só pela quantidade de produtores existentes, como pela qualidade da produção que tem vindo, cada vez mais, a conquistar reconhecimento dentro e fora do país».

As sessões das III Jornadas de Enoturismo decorrerão de forma descentralizada, longe das tradicionais salas de auditório: na Única Adega Cooperativa do Algarve, Quinta dos Santos, Quinta dos Sentidos e Morgado do Quintão. O objetivo é colocar o público em contacto direto com as quintas vitivinícolas da região, abordando a temática no seu próprio contexto.

Estarão presentes um conjunto de oradores que, em parceria com o público participante (jornalistas de agências de viagens e operadores turísticos com interesse em operar na região), constituirão uma ponte de reflexão para esta temática.

No dia 10, sábado, às 9h30, será exibido, no Centro Cultural do Convento de São José, o filme “Setembro a Vida Inteira”, de Ana Sofia Fonseca, numa iniciativa aberta ao público.

A película constitui o primeiro documentário cinematográfico sobre o mundo do vinho português. Esta grande viagem pela intimidade das vinhas e das adegas, pelo lado cultural de um povo, foi Grande Prémio do Júri no Most International Wine&Cava Film Festival (Espanha, 2017); Seleção Oficial no International Wine Film Festival (Estados Unidos da América, 2017), nos Encuentros Del Otro Cine (Equador, 2018) e no Cinecôa (Foz Côa, 2018).

João Fernandes, presidente da Região de Turismo do Algarve, José Arruda, secretário-geral da
Associação dos Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), Ivane Favero, presidente da Associação Internacional para o Desenvolvimento e Promoção do Enoturismo a nível mundial, e Isabel Velásquez, da direção de la Ruta del Vino del Guadiana, serão alguns dos oradores presentes no evento.

Esta é uma iniciativa organizada pelo Município de Lagoa e conta com a parceria da AMPV, o apoio da Associação das Rotas dos Vinhos de Portugal, do Turismo do Algarve e da Associação Internacional de Enoturismo.

Para ver o programa completo destas jornadas, clique aqui.

Comentários

pub
pub