Nova ETAR da Companheira é inaugurada amanhã

A nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Companheira, em Portimão, vai ser oficialmente inaugurada amanhã, dia 3 […]

A nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Companheira, em Portimão, vai ser oficialmente inaugurada amanhã, dia 3 de Abril, às 16h00, com uma cerimónia que contará com a presença do ministro do Ambiente João Matos Fernandes.

Esta ETAR de nova geração substituirá a infraestrutura de tratamento que já existe há muitos anos naquela zona. A diferença que se irá notar mais será ao nível do odor, tendo em conta que o equipamento agora construído já não irá assentar num sistema de lagunagem, como a que será desativada.

Há cerca de um ano, Joaquim Peres, presidente das Águas do Algarve, apontava o passado dia 7 de Março como o de início de laboração da nova ETAR, que custou 11 milhões de euros. «O Verão de 2018 em Portimão vai ser completamente diferente e será uma alegria para quem cá vier comer sardinhas, só com o cheiro das sardinhas», ironizou aquele responsável, durante uma visita às obras da nova ETAR, com a presença do secretário de Estado do Ambiente.

A nova ETAR terá capacidade para tratar os esgotos de até 140 mil habitantes/equivalentes, nos concelhos de Portimão, Lagoa e Monchique, embora deixe de fora os efluentes produzidos pelas suiniculturas serranas, para os quais continua a não haver solução.

A estrutura está a ser implantada à beira do rio Arade, na zona junto à atual ETAR, que funciona sob o sistema de lagunagem, mas que será desativada por completo. A área da antiga ETAR será depois transformada, num projeto conjunto das Águas do Algarve e da Câmara de Portimão, num parque ambiental urbano, que ocupará seis hectares junto ao rio.

 

A nova ETAR da Companheira em números:

– 47 mil metros cúbicos de esgoto tratados por dia na nova ETAR
– 140 mil habitantes/equivalentes servidos pela nova ETAR
– 11 milhões de euros de investimento
– 150 mil metros cúbicos de escavação para a obra
– 9500 metros cúbicos de betão
– 1.600.000 quilos de aço
– 28 mil metros cúbicos de revestimentos interiores de órgãos

Comentários

pub
pub