Mãe Soberana “desce” para a Igreja de São Francisco no Domingo de Páscoa

A Festa Pequena da Mãe Soberana realiza-se já no próximo domingo, 1 de Abril, Dia de Páscoa, com a descida […]

Foto: Pedro Lemos | Sul Informação

A Festa Pequena da Mãe Soberana realiza-se já no próximo domingo, 1 de Abril, Dia de Páscoa, com a descida da imagem da padroeira. 

Às 16h00, tem lugar no Santuário de Nossa Senhora da Piedade a celebração mariana, seguindo-se, a partir das 17h00, a descida da imagem da Mãe Soberana em procissão para a Igreja de S. Francisco, acompanhada pela Banda Filarmónica Artistas de Minerva.

Neste local será celebrada uma eucaristia solene, às 18h00.

Durante os quinze dias da sua estadia nesta Igreja, «as novenas e os sermões conduzidos por afamados oradores sacros estarão em destaque com muitos fiéis a partilharem estes momentos religiosos e de grande valor espiritual», diz a Câmara de Loulé.

Neste Domingo de Páscoa, a descida da Padroeira obedece a uma marcha fácil de organização profana, a marcha acelerada a conduzir o pesado andor até à Igreja de S. Francisco é apenas o início das comemorações.

A Festa Grande, o momento alto deste evento de cariz religioso que atrai à cidade milhares de peregrinos e visitantes, realiza-se passados quinze dias (15 de Abril). É o adeus da Padroeira à sua terra e o regresso à sua pequena ermida que, a poente, se ergue sobranceira a toda a cidade.

Esta é considerada a maior manifestação religiosa a Sul de Fátima. Nesta demonstração de grande culto pela fé existem duas vertentes distintas: a religiosa, no seu mais sentido significado, e a profana, na mais ampla e liberal exteriorização popular.

Comentários

pub
pub