Preço das casas no Algarve sobe 4,5% no último trimestre de 2017

O preço das casas no Algarve subiu 4,5% no quarto trimestre de 2017. Comprar uma casa no distrito de Faro […]

Créditos: Depositphotos

O preço das casas no Algarve subiu 4,5% no quarto trimestre de 2017. Comprar uma casa no distrito de Faro custa, em média, 1724 euros/m2, o segundo valor mais alto a nível nacional, entre as regiões.

Segundo o índice de preços do portal imobiliário idealista, no último trimestre do ano, a maior subida no Algarve registou-se em Olhão (12%), seguida por Faro (8,5%), Lagoa (5,4%) e Portimão (5,3%). Por outro lado, a maior descida foi em Silves onde os preços desceram 0,9%.

Dos municípios analisados, o mais exclusivo para comprar casa no Algarve é o de Loulé custando o preço do metro quadrado 2214 euros, seguido por Lagos (2010 euros/m2) e Albufeira (1877 euros/m2).

Apesar da subida de preços, o município mais económico no Algarve é o de Olhão, com o preço por metro quadrado a cifrar-se em 1156 euros, seguido por Vila Real de Santo António com 1430 euros/m2.

No resto do país o preço das casas em registou uma subida de 5,5% durante o mesmo período, situando-se em 1690 euros/m2 .

Ao nível das capitais de distrito, a cidade de Faro destacou-se, sendo a segunda com um maior aumento de preços no último trimestre do ano.

A capital do Algarve registou uma subida de 8,5%, enquanto os preços, em Braga, subiram 8,6%.

Lisboa continua a ser a capital de distrito onde é mais caro comprar, custando 4079 euros/m2. Em seguida aparece o Porto (2256 euros/m2) e Funchal (1.641 euros/m2 ).

Em contrapartida, as capitais com os preços mais económicos são Bragança (660 euros/m2), Portalegre e Guarda (724 euros/m2 em ambos os casos).

Comentários

pub
pub