Cachalote que ontem encalhou em Monte Gordo apareceu hoje morto na Armona

«Há 90% de hipóteses» de o cachalote juvenil que ontem tinha encalhado na praia de Monte Gordo ser o mesmo […]

Foto publicada no Facebook por José Glória

«Há 90% de hipóteses» de o cachalote juvenil que ontem tinha encalhado na praia de Monte Gordo ser o mesmo que hoje apareceu morto, na praia da ilha da Armona (Olhão).

Em declarações ao Sul Informação, Nunes Ferreira, capitão do Porto de Olhão, disse que «uma necrópsia» é que vai confirmar se se trata do mesmo cachalote, bem como as causas da sua morte.

O alerta foi dado por pescadores. O cetáceo acabou por ser trazido até ao porto de Olhão, onde foi retirado da água com a ajuda de uma grua.

O cachalote já foi enviado para o Aterro Sanitário do Sotavento, onde deverá ser depois incinerado.

Ontem, dia 1 de Janeiro, logo pelas 8h00 da manhã, pessoas que passeavam na praia de Monte Gordo, nomeadamente membros do clube de triatlo de Vila Real de Santo António, repararam que havia uma baleia encalhada perto do areal.

Durante horas, dentro de água, cerca de uma dúzia de voluntários tentaram evitar que o animal viesse para terra, onde poderia ferir-se. Perto das 13h30, e já com a ajuda da Autoridade Marítima Nacional, através da lancha salva-vidas, o cetáceo, que veio a ser identificado como um cachalote juvenil, de cerca de 10 metros, acabou por regressar ao mar alto.

Durante algum tempo, o animal foi ainda acompanhado pelo salva-vidas. Mas hoje, pelos vistos, acabou por aparecer morto no areal da Armona, alguns quilómetros mais à frente.

O cachalote (Physeter macrocephalus) é o maior dos cetáceos com dentes, bem como o maior animal com dentes atualmente existente. Mede até 15 metros de comprimento, na sua fase adulta.

 

 

 

Comentários

pub
pub