Coronel Paulo Varela Curro é novo comandante do Regimento de Infantaria nº 1

A cerimónia de tomada de posse do coronel de Infantaria Paulo Jorge Varela Curro, como comandante do Regimento de Infantaria […]

A cerimónia de tomada de posse do coronel de Infantaria Paulo Jorge Varela Curro, como comandante do Regimento de Infantaria nº 1, de Beja, teve lugar ontem, dia 21.

A cerimónia teve início pelas 10h00, com a receção do novo Comandante do Regimento à entrada do aquartelamento, onde a Guarda de Polícia da Unidade lhe prestou as honras regulamentares.

Recebido à Porta de Armas pelo 2º Comandante, tenente-coronel Luís Barroso, tendo o major general Ventura Lopes conduzido o comandante para a parada, onde estava formada a Unidade na sua máxima força, incluindo o Destacamento de Tavira.

Após as forças em parada terem prestado as honras regulamentares, foi lido, pelo Chefe da Secretaria de Comando, sargento-mor Fernando Franco, o despacho de nomeação, “Por Escolha”, para as funções de Comandante do RI1 e, pelo 2º Comandante, foi entregue o Estandarte Heráldico da Unidade.

Seguiu-se alocução proferida pelo comandante e de seguida a revista às forças em parada.

Depois do desfile das forças em parada perante o novo comandante, seguiu-se a apresentação de cumprimentos na Biblioteca por todos os oficiais, sargentos, representação de praças e funcionários civis da Unidade.

 

Currículo do coronel Paulo Jorge Varela Curro

O Coronel de Infantaria Varela Curro nasceu em Janeiro de 1965, tendo ingressado na Academia Militar em 1984.
Em Setembro de 1989, terminou o Curso da Academia Militar, tendo ficado colocado como Alferes na Escola Prática de Infantaria, em Mafra.

Promovido a Tenente, em 1990, transitou para a sua Guarnição Militar de preferência, Beja, sendo colocado no Regimento de Infantaria nº 3, onde permaneceu neste posto e no posto de Capitão, tendo desempenhado, entre outras, as funções de comandante de Pelotão do Encargo Operacional, adjunto do Comandante de uma Companhia de Atiradores, comandante de Companhia de Instrução, comandante de Companhia de Comando e Serviços e, posteriormente, oficial do Estado-Maior da Unidade.

Como Major, desempenhou funções na Direção de Administração e Mobilização de Pessoal, em Lisboa, como Chefe da Secção de Gestão de Oficiais do Quadro Permanente.

Frequentou o Curso de Estado-Maior, no Instituto de Altos Estudos Militares (IAEM), nos anos letivos de 2001-2003, tendo, após a sua conclusão, sido nomeado “por escolha” para exercer funções docentes naquele Instituto, na Secção de Ensino de Administração, no âmbito dos Recursos Humanos em Tempo de Paz e em Campanha.

Promovido a Tenente-Coronel em Junho de 2005, passou a ser responsável pelas matérias relativas à Cooperação Civil-Militar (CIMIC) e Enquadramento Legislativo da Defesa Nacional e das Forças Armadas, aos vários cursos do IESM, acumulando com as matérias do antecedente.

Nesta data passou, também, a ser colaborador nas matérias de Comando e Liderança, Gestão de Conflitos e Negociação e, ainda, Operações Psicológicas aos vários cursos daquele Instituto de Ensino Superior Militar.

Durante seis anos, foi diretor dos Cursos de Cooperação Civil – Militar (CIMIC) que anualmente foram ministrados naquele Instituto de 2006 a 2010.

No ano de 2008, frequentou na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército Brasileiro, no Rio de Janeiro, Brasil, o Curso de Comando e Estado-Maior do Exército do Brasil, tendo obtido a classificação de “Distinto”.

Nos anos letivos de 2009 e 2010, participou como docente num projeto de intercâmbio, com a Escola Superior das Forças Armadas de Espanha, em Madrid, tendo colaborado em módulos do Curso de Estado-Maior Conjunto, na área do Comando e Liderança.

De Setembro de 2010 a Setembro de 2012, desempenhou funções de 2º Comandante do Regimento de Guarnição nº 1, em Angra do Heroísmo, nos Açores.

De Setembro de 2012 a Setembro de 2015, desempenhou funções no EMGFA.

Foi Chefe de Estado-Maior da Força de Reacção Imediata (CEMFRI) no ano de 2015, tendo participado no planeamento e execução dos exercícios Lusitano 2014 e Felino 2015, bem como em diversas ativações daquele Estado-Maior.

De Outubro de 2015 a Agosto de 2016, desempenhou funções no Comando das Forças Terrestres (CFT) como Chefe da Repartição G5-Planos tendo, entre outras funções, planeado e participado no Exercício Órion 2016.

Foi promovido a Coronel em Fevereiro de 2016, tendo sido transferido para o EMGFA, passando a desempenhar as funções de Chefe da Repartição de Planeamento de Forças da Divisão de Planeamento Estratégico Militar (RPF/DIPLAEM) do EMGFA.

Por despacho de 9 de Outubro passado, do Chefe de Estado-Maior do Exército, foi nomeado “por escolha” para o desempenho das funções de Comandante do Regimento de Infantaria nº 1, em Beja.

Possui vários cursos militares e civis, dos quais se destacam:
Curso de Sapadores das Armas e Serviços;
Curso de Defesa Nuclear, Biológica e Química;
Curso de Planeamento Civil de Emergência;
NATO CIMIC Course (vários níveis);
NATO PSYOPS Course;
Curso de Planeamento de Operações Psicológicas;
Curso de Informação Pública;
NATO Advanced Public Affairs Officier Course;
NATO Operational Planning Process Course;
Curso de Estudos Africanos.
Curso Intensivo de Segurança e Defesa do IDN.

Possui ainda uma Pós-Graduação em Liderança e Gestão de Pessoas, pelo INA – Instituto Nacional de Administração.

Da sua folha de serviço, constam 12 louvores, dos quais um concedido pelo Ministro da Defesa Nacional, um concedido pelo General CEMGFA, sete por Oficiais Generais e três por Coronéis Comandantes de Regimento. Possui, ainda, várias referências elogiosas e prémios desportivos.

Possui várias condecorações, de que se salientam duas Medalhas de Prata de Serviços Distintos, a Medalha de Mérito Militar de 2ª e 3ª classe, as Medalhas de Ouro e Prata de Comportamento Exemplar e a Medalha de Mérito do Exército Brasileiro.

Comentários

pub
pub