Deputados algarvios de todos os partidos subscrevem voto de pesar pela morte de Santos Pereira

Todos os deputados eleitos pelo Algarve subscreveram hoje um voto de pesar pela morte, ocorrida ontem, do médico Santos Pereira, […]

Todos os deputados eleitos pelo Algarve subscreveram hoje um voto de pesar pela morte, ocorrida ontem, do médico Santos Pereira, presidente e fundador da Associação Oncológica do Algarve.

O voto, subscrito por Cristóvão Norte, António Eusébio, Teresa Caeiro, João Vasconcelos, Paulo Sá, José Carlos Barros, Luís Graça, Jamila Madeira e Fernando Anastácio, sublinha que Santos Pereira foi um «homem notabilíssimo, inesgotável na energia que devotava aos combates que abraçava», que deixa «um legado humanista e solidário, o qual motiva que se afirme que se perdeu um nobre cidadão, e que a Assembleia da República manifeste o seu pesar e enderece as condolências aos seus familiares, bem como à Associação Oncológica do Algarve».

 

Texto integral:

«VOTO DE PESAR N.º 208/XIII
PELO FALECIMENTO DE ALBERTO SANTOS PEREIRA

Aos 80 anos de idade, faleceu Alberto Fernandes dos Santos Pereira, natural de Povoação de Cuma, Huambo, Angola.
Formado em medicina, especializado em cirurgia geral e tropical, desempenhou funções durante largos anos no Hospital Distrital de Faro, reconhecidamente com denodo e sabida competência.

O seu indelével espírito de serviço cívico, conduziu-o a fundar e dirigir, desde 1994, a Associação Oncológica do Algarve, constituída por voluntários com experiência pessoal e profissional de problemas associados ao cancro, a qual desempenha um trabalho notável na luta contra este flagelo, seja em matéria de prevenção, no auxílio ao doente oncológico e na sua integração na comunidade. Fê-lo de múltiplas formas, entre as quais se destacam, pela sua notoriedade e relevo social, a Unidade Móvel para Rastreio do Cancro da Mama – através de angariação de fundos, como o evento anual Mamamaratona -, o Programa de Saúde XXI e a Unidade de Radioterapia do Algarve.

Entre várias distinções, foi-lhe atribuída, em 2012, a Medalha de Mérito – Grau Ouro pelo Ministério da Saúde.
Homem notabilíssimo, inesgotável na energia que devotava aos combates que abraçava, deixa um legado humanista e solidário, o qual motiva que se afirme que se perdeu um nobre cidadão, e que a Assembleia da República manifeste o seu pesar e enderece as condolências aos seus familiares, bem como à Associação Oncológica do Algarve.

Os Deputados,
Cristóvão Norte | António Eusébio | Teresa Caeiro | João Vasconcelos | Paulo Sá
José Carlos Barros | Luís Graça | Jamila Madeira | Fernando Anastácio»

Comentários

pub
pub