2016 teve mais acidentes, mas menos mortos nas estradas algarvias [com infografia]

Entre 1 de Janeiro e 31 de Dezembro de 2016, 31 pessoas morreram nas estradas algarvias, de acordo com a […]


Entre 1 de Janeiro e 31 de Dezembro de 2016, 31 pessoas morreram nas estradas algarvias, de acordo com a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). O número de vítimas mortais baixou em relação a 2015 (37), apesar de o número de acidentes ter aumentado.

Ao longo do ano passado, houve, no Algarve, 10 241 acidentes, mais 751 do que em 2015. Este resultado coloca o distrito de Faro no quarto lugar, a nível nacional, em número de acidentes. Lisboa (26 869), Porto (23 598) e Braga (10 748) ocupam o “top-3”.

A nível do número de mortos, o Algarve apenas é ultrapassado pelos distritos de Lisboa (57), Porto (47) e Aveiro (43).

Em Portugal, no ano passado, registaram-se 127 210 acidentes, sendo que o Algarve é responsável por 8,05% deste total.

Os dados de sinistralidade rodoviária no Algarve, em 2016, seguem a tendência a nível nacional: mais acidentes, mas com menor gravidade, uma vez que o número de mortos e o número de feridos graves diminuiu.

Em 2016, 158 pessoas ficaram feridas com gravidade em acidentes rodoviários na região, menos 9 do que no ano anterior.

2017 não começou bem e, na primeira semana do ano, houve uma vítima mortal a registar no Algarve, de acordo com a ANSR. Esta terça-feira, mais duas pessoas perderam a vida num acidente na EN2.

 

Veja a infografia: 

Comentários

pub
pub