Cabazes de Natal solidários chegaram a 153 famílias de Lagoa e Carvoeiro

A União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro entregou cabazes de Natal a 153 famílias carenciadas da freguesia. A entrega […]

A União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro entregou cabazes de Natal a 153 famílias carenciadas da freguesia. A entrega dos bens alimentares teve lugar nos dias 12 e 13 de Dezembro e visou proporcionar a estes agregados familiares «uma quadra mais agradável e digna», segundo a autarquia.

Esta medida solidária também serviu para estimular a economia local, já que «todos os bens que faziam parte dos cabazes foram adquiridos no comércio local, à semelhança do ano passado, numa forma de prestar também uma ajuda à economia de Lagoa e Carvoeiro».

Esta oferta foi articulada com outras entidades que «também entregam cabazes neste período do ano, para que não houvesse duplicação de ajudas, chegando desta forma às mais famílias necessitadas», salientou a União de Freguesias de Lagoa e Carvoeiro.

A entrega de cabazes de Natal às famílias que enfrentam maiores dificuldades financeiras é já uma tradição da União de Freguesias de Lagoa e Carvoeiro. Mas, lembra a autarquia, a época natalícia não é a única em que são entregues bens alimentares aos agregados familiares mais carenciados, já que há «entrega regular de cabazes», bem como «de alimentos e refeições que sobram das cantinas».

«A ação social tem sido um dos pilares do atual executivo que tem prestado nos últimos três anos apoio de diversas formas às famílias em dificuldades, devidamente referenciadas pelos serviços», revelou a junta.

A oferta dos cabazes contou com o apoio de diversas entidades da freguesia, nomeadamente «a comunidade “All Nations Algarve”, situada na rua do Barranco em Carvoeiro, que efetuou um donativo monetário para ajudar na aquisição de alimentos, os pais e alunos do agrupamento de escolas ESPAMOL, que realizaram a recolha alimentar nas escolas, entregando os bens alimentares no espaço DER, assim como o Grupo Motard de Lagoa, que também realizou a habitual recolha alimentar».

Comentários

pub
pub