Gritos de “Ressuscitou como disse? Aleluia, aleluia, aleluia!” voltam a ouvir-se em São Brás

Os homens empunham ramos de flores, erguendo bem alto essas tochas floridas, e gritam a uma só voz: “Ressuscitou como […]

Tochas FloridasOs homens empunham ramos de flores, erguendo bem alto essas tochas floridas, e gritam a uma só voz: “Ressuscitou como disse? Aleluia, aleluia, aleluia!”. Há muitos anos que é assim, na Procissão de Aleluia, em São Brás de Alportel, e no próximo Domingo de Páscoa esta que é a mais arreigada tradição pascal algarvia voltará a cumprir-se.

Os preparativos para esta Procissão de Aleluia começam com um mês de antecedência, com a colheita das flores campestres, por muitos voluntários que se associam à iniciativa.

Por estes dias, os toldos vermelhos que decoram as ruas por onde passa a procissão, já estão a ser colocados, para darem sombra e pompa aos tapetes de flores que serão criados por mãos laboriosas.

Na madrugada de dia 27, pelas 4h00, os voluntários juntam-se aos membros das entidades organizadoras – Associação Cultural Sambrasense, Paróquia e Câmara Municipal de São Brás de Alportel – para, em conjunto, dar vida ao tapete colorido que cobre toda a extensão da procissão pelas ruas da vila em mais de um quilómetro.

festa das tochasA construção deste tapete florido é feita com brio e minúcia, intercalando imagens com motivos cheios de criatividade.

A este serpentear de contrastes naturais com aromas serranos associam-se as mais belas colchas colocadas à janela para homenagear a passagem da procissão, que tem início na Igreja Matriz de São Brás, pelas 11h00.

Esta tradição que reúne gerações e está enraizada na cultura popular são-brasense inclui ainda, logo de manhã, no Largo de São Sebastião, um Encontro de Sabores, onde as doceiras locais conquistam os paladares mais exigentes com os típicos folares e doces à base de amêndoa, figo e alfarroba.

Os artesãos também são convidados a juntar-se à festa, dando mostra do melhor que se faz em São Brás de Alportel.

Depois da Procissão de Aleluia, ponto alto do dia, há uma tarde cultural, também gratuita, junto à Igreja Matriz, onde serão desvendados os vencedores dos Concursos de Jogos Florais e das Tochas Floridas, intercalados com momentos de animação protagonizados pelo Grupo Veredas da Memória e pela Escola de Dança Municipal.

Esta edição da Festa das Tochas Floridas termina com a atuação do artista popular Clemente.

 

Programa:

09h30 – Abertura das ruas
10h00 – Abertura do Encontro de Sabores [Largo S. Sebastião] / Abertura da Mostra de Artesanato [Adro da Igreja Matriz]
10h00 – Eucaristia da Ressurreição [Igreja Matriz]
11h00 – Procissão da Ressurreição com as Tochas Floridas
13h00 – Eucaristia [Igreja Matriz]
15h30 – Tarde Cultural [Igreja Matriz]
> Mostra de Artesanato, Doces e Petiscos Regionais
> Apresentação dos resultados dos Concursos: Jogos Florais e Tochas Floridas
> Animação Musical:
– Grupo Veredas da Memória
– Escola de Dança Municipal
– Clemente

 

Comentários

pub
pub