Saúde mental e infantil do Algarve continuará a ter o apoio do D. Estefânia

Os Grupos de Apoio à Saúde Mental e Infantil do Algarve vão continuar a receber ajuda do Hospital Pediátrico de […]

Os Grupos de Apoio à Saúde Mental e Infantil do Algarve vão continuar a receber ajuda do Hospital Pediátrico de D. Estefânia na área da pedopsiquiatria. A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve e o hospital lisboeta renovaram esta terça-feira um protocolo de colaboração, com vista à manutenção deste apoio.

«Neste momento existem oito Grupos de Apoio à Saúde Mental Infantil a trabalhar nos Centros de Saúde da Região do Algarve com o objetivo de prestar apoio a crianças e jovens, em estreita colaboração e articulação com o Hospital Pediátrico de Dona Estefânia, em Lisboa, abrangendo toda a Região do Algarve e servindo de exemplo a nível nacional», refere a entidade algarvia, num comunicado.

As equipas dos Grupos de Apoio à Saúde Mental Infantil (GASMI), criadas em 2001, são constituídas por psicólogos, médicos de família, enfermeiros, assistentes sociais, e terapeutas dos Centros de Saúde, supervisionadas por um consultor de psiquiatria da infância e da adolescência do Departamento de Psiquiatria da Infância e Adolescência do Hospital Pediátrico de Dona Estefânia.

Na prática, desenvolvem programas de prevenção e promoção, dirigidos a famílias de risco com crianças pequenas, utilizando visitas domiciliárias e centrados na promoção de competências parentais em todo o território algarvio, permitindo assim a triagem, a avaliação e o atendimento de casos de crianças/famílias de risco com psicopatologia ligeira, encaminhando as situações de psicopatologia mais complexa para Hospital Pediátrico de Dona Estefânia.

Comentários

pub
pub