Prova de Abertura: Daniel foi Mestre em Anadia

Daniel Mestre, da equipa algarvia Banco BIC-Carmim, venceu este domingo ao sprint a Prova de Abertura – Troféu Cidade de […]

Daniel Mestre, da equipa algarvia Banco BIC-Carmim, venceu este domingo ao sprint a Prova de Abertura – Troféu Cidade de Anadia, uma corrida de 147 quilómetros, que ligou Sangalhos ao Monte Crasto, em Anadia. O vencedor na categoria de sub-23 foi Ricardo Ferreira (Rádio Popular).

A corrida decidiu-se nas últimas centenas de metros, na curta mas íngreme subida para a meta.

Os homens da Efapel-Glassdrive entraram na frente, mas Daniel Mestre passou por toda a concorrência e foi vitoriado pelo numeroso público presente.

O pódio completou-se com dois corredores da Efapel-Glassdrive, Filipe Cardoso e Rafael Silva, segundo e terceiro, respetivamente.

“Vínhamos para esta corrida com três ciclistas que podiam ganhar e eu era um deles. Num sprint muito duro fui o mais bem colocado e triunfei. É uma vitória muito importante para mim, porque marca uma viragem, depois de alguns anos de azares. Agradeço a toda a equipa, porque lhes devo este resultado”, disse Daniel Mestre, visivelmente emocionado após a primeira vitória como profissional.

O segundo classificado reconheceu a superioridade do rival. “A Efapel-Glassdrive fez tudo bem. Entrámos na frente nesta subida, mas quando o Daniel Mestre arrancou ninguém conseguiu ir com ele”, admitiu Filipe Cardoso.

Antes do desfecho, a corrida foi animada por Daniel Silva (Rádio Popular), Garrikoitz Bravo (Efapel-Glassdrive), Luís Afonso (LA Alumínios- Antarte) e João Pereira (Banco BIC-Carmim), que escaparam do pelotão ao quilómetro 59.

A fuga surpreendeu o Louletano-Dunas Douradas, que tinha grande parte da equipa atrasada, em apoio a Jorge Montenegro, que havia furado, no momento do ataque.

Para tentar recuperar o prejuízo, os algarvios comandaram a perseguição aos escapados, alcançando-os a 15 quilómetros do final, deixando tudo lançando para uma chegada em pelotão, embora atípica pela dificuldade dos metros finais.

A classificação de sub-23 decidiu-se entre os mais jovens que integraram o pelotão principal. Ricardo Ferreira (Rádio Popular) foi o melhor jovem, seguindo-se Luís Gomes (UC Maia/Bicicletas Andrade) e Rui Rodrigues (Anicolor), por esta ordem.

A classificação coletiva foi ganha pela Efapel-Glassdrive. A melhor equipa de clube foi a Anicolor.

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL INDIVIDUAL
Sangalhos – Anadia, 147 km
1.º Daniel Mestre (Banco BIC-Carmim), 3h18m29s (Média: 42,926 km/h)
2.º Filipe Cardoso (Efapel-Glassdrive), mt
3.º Rafael Silva (Efapel-Glassdrive), mt
4.º Mário Costa (OFM-Quinta da Lixa), mt
5.º César Fonte (Rádio Popular), mt
6.º Francisco Moreno (Louletano-Dunas Douradas), mt
7.º Ricardo Ferreira (Rádio Popular), mt
8.º Jorge Montenegro (Louletano-Dunas Douradas), mt
9.º Luís Gomes (UC Maia/Bicicletas Andrade), mt
10.º Delio Fernández (OFM-Quinta da Lixa), mt

Comentários

pub
pub