Monchique apresenta hoje risco máximo de incêndio

O município de Monchique é o único do Algarve e um dos vinte e três concelhos de Portugal continental que […]

O município de Monchique é o único do Algarve e um dos vinte e três concelhos de Portugal continental que apresentam hoje um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto de Meteorologia (IM).

Aljezur, Silves, Loulé, São Brás de Alportel, Tavira e Alcoutim apresentam, por seu lado, risco muito elevado.

Quanto a Vila do Bispo, Lagos, Portimão, Albufeira, Faro, Olhão e Vila Real de Santo António, estes concelhos estão sob aviso de risco elevado de incêndio, sendo Lagoa e Castro Marim os municípios do distrito de Faro com risco moderado.

Viseu, Guarda e Coimbra são os distritos onde hoje há mais concelhos com risco máximo de incêndio.

O risco de incêndio determinado pelo IM engloba cinco níveis, variando entre “reduzido” e “máximo”.

O cálculo deste risco é feito com base nos valores observados às 13:00, na temperatura do ar, na humidade relativa, na velocidade do vento e na quantidade de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas.

Na terça-feira, a Autoridade Nacional de Protecção de Civil (ANPC) registou 348 fogos, que foram combatidos por 3.415 bombeiros com o auxílio de 919 veículos.

O IM prevê para hoje em Portugal continental continuação de tempo quente com céu geralmente limpo.

Em Lisboa prevê-se uma temperatura máxima de 31 graus Celsius, no Porto de 30 e em Faro de 29.

Comentários

pub
pub