Detido em Espanha suspeito de triplo homicídio de búlgaros numa herdade de Aljustrel

O suspeito do homicídio a tiro de três búlgaros, encontrados mortos perto de Aljustrel, em dezembro passado, foi detido no […]

O suspeito do homicídio a tiro de três búlgaros, encontrados mortos perto de Aljustrel, em dezembro passado, foi detido no passado dia 10 de outubro, em Sevilha, Espanha, com base num Mandado de Detenção Europeu, anunciou hoje a Diretoria de Faro da Polícia Judiciária.

Segundo a PJ, «o suspeito, de 28 anos de idade, foi detido e encontra-se preso à ordem dos juízos de instrução criminal da Audiência Nacional, em Madrid, a fim de ser extraditado para Portugal».

As vítimas foram dois homens Valdimir Vasil Paulov, de 50 anos, Yasen Sabinov Veskiev, de 38 anos, e Sashca Ingilikslra, também de 38 anos, que foram atraídas a um local ermo, numa herdade perto de Aljustrel, para a realização de um negócio de compra de cobre e emboscadas a tiro quando ali chegaram.

Os corpos foram encontrados no dia 18 de dezembro do ano passado, por um agricultor que avistou os cadáveres junto a uma viatura no Monte Valverde, um local ermo na freguesia de Rio de Moinhos, no concelho de Aljustrel.

No local, foram encontrados cartuchos vazios, alegadamente de uma caçadeira, junto aos corpos, que estavam desfigurados pelos tiros.

Os três búlgaros, que vinham de Palmela, dedicar-se-iam ao negócio da sucata e o crime terá acontecido durante um encontro com os agressores, com quem teriam negociado uma compra no valor de dez mil euros.

Comentários

pub
pub