Mar Motto leva Vhils e André Carrilho às paredes da Fábrica da Cerveja

Iniciativa é organizada pela Associação Sciaena

O Festival Mar Motto, que engloba a iniciativa “No fundo, azul” com nomes como Vhils, André Carrilho e Batido nas paredes da Fábrica da Cerveja (Faro), começa esta sexta-feira, 5 de Julho. 

A iniciativa durará até dia 27 com o mesmo objetivo de sempre: abordar e celebrar o oceano, promovendo a sua conservação.

Após uma edição concebida sob o mote “Uma espécie de azul”, «o Mar Motto segue para a 9ª edição com uma mensagem de esperança e esclarece-nos quanto à sua índole: a recusa em aceitar esta cor como um elemento raro ou extinto na natureza», explica Mariana Machado, da dupla de cineastas Dona Edite, responsável pela curadoria da exposição.

“No fundo, azul” traz às paredes da Fábrica da Cerveja nomes como Vhils, Confeere, Moradavaga, Só Fachada, Diogo da Cruz, Batida, André Carrilho, entre outros.

A sessão de abertura está marcada para as 18h00 do dia 5 de Julho e nesse dia haverá live painting e sessões de skate da Wallride, performances das artistas Ânia Pais, Nicole Lissy (performance desenvolvida no âmbito do Açoteia) e Ana Paxeco e Elisabetta Antonucci, esta última no âmbito do projeto The Big Green, do qual a Sciaena, a ONG responsável pela organização do evento é parceira.

O essencial da programação acontecerá entre os dias 19 e 21 de Julho com vários workshops, conversas, música, live painting, entre outras atividades.

No dia 19, às 18h00, haverá um Blue Drink #Arte #Educação #Conservação que juntará a artista Pitanga e a sociedade civil para conversar sobre o papel da arte e da educação na conservação do mundo marinho.

No dia 20, a programação apresenta workshops para todas as idades: “Animar o mar”, com Catarina Calvinho Gil, “Imprimindo o mundo marinho”, com Joana Rosa Bragança, “Uma espécie de mar”, com Nicole Lissy da Amarelarte, e “Oceano de histórias”, um atelier de escrita criativa com Joana Bértholo e Ana Matias.

Nesse mesmo dia haverá um Blue Drink “No Fundo, arte” com alguns dos artistas cujas obras vamos poder ver durante o festival.

No dia 21 acontecerá ainda o workshop “Cabeça, coração e estômago – almoço em 3 passos para evitar o desperdício alimentar” com Vasco Prudêncio, do restaurante “A Venda”.

Depois de quase um mês de exposição e atividades, o Mar Motto fecha portas no dia 27 de Julho em parceria com mais uma edição do Artists & Fleas.

Segundo Vasco Guia de Abreu da Sciaena, «a arte é talvez a melhor e mais intensa forma de sensibilizar o público para as nossas causas porque estimula emoções e reações do nosso eu mais profundo. Assim, estejamos predispostos para que ela (a arte) nos toque».

A entrada é gratuita.

 

 



Comentários

pub