PSP foi «célere» a deter dois homens por violência doméstica para proteger as vítimas

Em Portimão

Dois homens, de 47 e 50 anos, foram detidos em Portimão por violência doméstica, em casos distintos, mas com o denominador comum de representarem risco elevado e iminente para a integridade física das vítimas.

Isto levou ao «célere desenvolvimento de todas as diligências necessárias», por forma a assegurar a segurança das vítimas.

A primeira detenção ocorreu na passada terça-feira, em cumprimento de mandado de detenção emitido pelo Ministério Público de Portimão, «por se terem apurado na investigação fortes indícios da prática dos crimes de violência doméstica, violação e coação sexual». O suspeito tem antecedentes criminais pelos mesmos crimes.

Ontem, quinta-feira, após buscas domiciliárias, foi apreendida uma arma de fogo de calibre 6.35 mm a um segundo homem, suspeitando-se que a usava para ameaçar a vítima.

Após apresentação dos detidos em Tribunal, foi decretada prisão preventiva para o detido indiciado da prática dos crimes de violência doméstica, violação e coação sexual e termo de identidade e residência para o detido indiciado dos crimes de violência doméstica e detenção de arma proibida.

 



Comentários

pub