Montenegro anuncia início de reforma da administração pública com poupança anual de 23 milhões

O primeiro-ministro disse que o Governo aprovou hoje «alguns dos instrumentos legislativos que corporizam o princípio da reforma do Estado»

O primeiro-ministro anunciou hoje que o Governo aprovou «o princípio de reforma da administração pública» que estimou ter uma poupança anual de 23 milhões de euros por ano «só na estrutura cimeira».

Luís Montenegro falava no final da reunião em que foi apresentado um documento intitulado “Primeira fase da reforma da Administração Pública”.

«Em termos de poupança financeira, a nossa estimativa é que possa significar uma poupança de 23 milhões de euros por ano só na estrutura cimeira da nossa Administração Pública. Do ponto de vista físico, irá libertar 27 edifícios do Estado para colocar ao serviço de outras finalidades», afirmou, remetendo para breve novidades sobre o destino desses edifícios.

O primeiro-ministro disse que o Governo aprovou hoje «alguns dos instrumentos legislativos que corporizam o princípio da reforma do Estado».

«Foi um trabalho que contou com a participação de todos os Ministérios, mas que é o primeiro passo para a modernização da nossa administração pública e que começa por nós próprios, pela organização do Governo e dos seus serviços», afirmou.

 



Comentários

pub