Loulé reabilita mais sete fogos para habitação pública

O investimento total nos sete fogos ronda os 1,4 milhões de euros

A Câmara de Loulé vai reabilitar mais sete fogos para habitação pública, na Rua de São Paulo, no centro histórico da cidade louletana. O investimento será de cerca de 1,4 milhões de euros. 

O contrato foi assinado esta terça-feira, 11 de Junho, entre a autarquia e o IHRU – Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, com a presença dos ministros Miguel Pinto Luz, das Infraestruturas e Habitação, e Castro Almeida, Adjunto e da Coesão Territorial.

A intervenção será realizada no edifício localizado na Rua de São Paulo, enquadrado num lote de terreno de 353,01 metros quadrados.

«O imóvel encontra-se em mau estado de conservação, pelo que os trabalhos irão incidir a nível estrutural, nas fachadas, revestimentos e pavimentos interiores, bem como na renovação das infraestruturas de águas, esgotos, eletricidade e telecomunicações, que se encontram obsoletas», diz a Câmara de Loulé.

O investimento total nos sete fogos ronda os 1,4 milhões de euros, com um financiamento de 429.922,65 euros.

Três fogos aprovados pelo PRR destinam-se ao arrendamento apoiado e os restantes quatro para arrendamento acessível.

Uma vez que o edifício se encontra na Zona Histórica, esta reabilitação permitirá restaurar este património arquitetónico de finais do século XIX, recuperar o espaço público, valorizar a memória da cidade e, ao mesmo tempo, atrair novas famílias a esta área nobre, além de responder às necessidades de habitação existentes.

Esta é mais uma das iniciativas da Estratégia local de Habitação que tem vindo a materializar-se a passos largos desde 2019. Até ao momento, a Autarquia submeteu 21 candidaturas ao IHRU – Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, permitindo aprovar 186 novos fogos, entre construções, reabilitações e aquisições, num investimento municipal total de cerca de 33 milhões de euros. Destas, 18 já estão contratualizadas, correspondendo a um valor de financiamento de 17.175.746,35 euros.

A aguardar aprovação e contratualização de financiamento estão três candidaturas, que representam um investimento de perto de 14 milhões de euros, nos quais estão inseridos a aquisição de 63 fogos resultantes da consulta ao mercado e a reabilitação de três fogos na Rua Miguel Bombarda.

 



Comentários

pub