Câmara de Lagos aprova Plano Estratégico para a Juventude

Educação, emprego e habitação jovem são alguns dos pilares do documento

Imagem de arquivo

A Câmara de Lagos aprovou no início do mês de Junho um Plano Estratégico para a Juventude (PEJ), que tem como pilares a «educação e formação, o emprego e empreendedorismo, a promoção da saúde/prevenção da doença e a habitação jovem».

O documento «que traça as estratégias setoriais locais para esta área, a implementar até 2027», foi aprovado em Reunião de Câmara e vai agora ser presente à apreciação da Assembleia Municipal.

«O plano reflete a recolha de um conjunto alargado de recomendações e propostas, obtidas através de um processo participativo de consulta aos jovens do concelho, técnicos e outros intervenientes com responsabilidades em matéria de juventude. Neste processo de construção do PEJ foram envolvidos mais de uma centena de atores locais e cerca de 800 jovens, através de uma metodologia que procurou aumentar o sentimento de pertença e a proximidade entre cidadãos e agentes políticos nos processos de tomada de decisão», descreve a Câmara de Lagos.

O produto final «incide em oito áreas de políticas públicas, organizadas por eixos de intervenção e objetivos estratégicos. A priorização efetuada pela juventude, através das respostas dadas ao questionário, revela que no topo das suas preocupações estão as áreas da “Educação e Formação”, a que se juntou o “Emprego e Empreendedorismo”, da “Promoção da Saúde e Prevenção da Doença” e da “Habitação Jovem”».

Na primeira apresentação do Plano, realizada em Março «e que foi especialmente destinada aos órgãos do município, às entidades parceiras auscultadas e aos jovens que tiveram parte ativa no processo», Sara Coelho, vereadora da área, explicou que o município encetou este processo porque, apesar das muitas iniciativas destinadas aos jovens já promovidas pela autarquia, «sentia-se a necessidade de auscultar a juventude quanto às suas reais necessidades, interesses, preocupações, aspirações e propostas de medidas e soluções, criando, assim, o enquadramento para uma ação mais dirigida e adequada».

Na mesma ocasião, Hugo Pereira, presidente da Câmara Municipal de Lagos, e  Custódio Moreno, diretor Regional do Algarve do IPDJ, sublinharam «a necessidade de se promover uma maior aproximação aos jovens, ouvindo e trabalhando com a juventude, numa dinâmica que envolva igualmente outras áreas e entidades, uma vez que as políticas da juventude são transversais», acrescentou a Câmara.

Para o processo de elaboração do PEJ, o município contou com o apoio da Dypall Network (Developing Youth Participation at Local Level), «associação para o desenvolvimento da participação cidadã com trabalho e experiência demonstrados nesta área».

Apesar de se encontrar em fase de aprovação formal, parte das ações inscritas no Plano Estratégico para a Juventude de Lagos estão já a ser implementadas, como é o caso do programa de atividades #DESCOBRE, no âmbito do qual foram dinamizadas sessões dos projetos MYPolis, Todos Contam, CUIDA-TE+ e F@z-te aos Exames.

 

 



Comentários

pub