525 anos da Santa Casa da Misericórdia de Albufeira celebrados com novidades e homenagens

No dia 31 de Maio

A Santa Casa da Misericórdia de Albufeira (SCMA) comemorou o seu 525.º aniversário, no dia 31 de Maio, com um programa cheio de novidades e homenagens. 

A primeira novidade chegou logo de manhã, quando a provedora Patrícia Seromenho anunciou que todos os que trabalham há mais de um ano na SCMA passarão a beneficiar de um seguro de saúde.

Outro dos pontos altos do período da manhã foi a entrega de certificados de reconhecimento aos colaboradores eleitos pelos seus colegas como os “mais bem-dispostos”. Além disso, todos os colaboradores foram presenteados com produtos cosméticos oferecidos pelo Boticário.

À tarde, o programa prosseguiu com uma eucaristia na Igreja Matriz, presidida pelo cónego César Chantre, em representação do Bispo do Algarve, acompanhado pelo cónego José Rosa Simão e pelo prior da paróquia de Albufeira padre Flávio Martins.

Nessa ocasião, foi formalizada a admissão de novos Irmãos. Com a chegada destes novos membros, a Irmandade passa a ser composta por 947 Irmãos.

A seguir, decorreu a bênção e entrega do kit ‘Celebrar a Vida’ às colaboradoras gestantes e parturientes.

Esta cerimónia contemplou ainda uma homenagem aos colaboradores que, em 2024, completaram 25 anos de serviço na Santa Casa da Misericórdia de Albufeira.

O programa comemorativo culminou com um jantar, no Hotel Nau Salgados Palace, que contou com a presença de colaboradores, utentes e parceiros da instituição.

Na ocasião, Patrícia Seromenho elogiou o trabalho dos cerca de 300 colaboradores da SCMA, frisando que «estão sempre preocupados com as pessoas e em colocar-se no lugar delas».

A responsável não tem dúvidas de que «a razão do nosso trabalho hoje é certamente a mesma de há 525 anos. Estamos sempre disponíveis para fazer o bem. Assim, fizemos e assim faremos de futuro». 

Foi também homenageado o trabalho de Maria Helena Serra, que assumiu as funções de Provedora durante 33 anos e morreu recentemente. Para isso, a SCMA vai renomear uma das respostas sociais criadas enquanto Maria Helena Serra foi Provedora, o Equipamento Social O Roseiral.

No sentido de melhorar as condições dos utentes, vai ser iniciada, ainda este ano, a obra de requalificação e ampliação deste equipamento social, que vai passar a chamar-se ‘Equipamento Social Maria Helena Serra’ e que contará com Estrutura Residencial para Pessoas Idosas O Roseiral e Serviço de Apoio Domiciliário O Roseiral.

«Esta é uma forma simples, mas sentida de homenagear quem deu tanto a esta casa», referiu Patrícia Seromenho.

Nuno Serra, filho da homenageada, mostrou-se honrado com o gesto e recordou que foi «com muito esforço e dedicação» que a mãe e muitos colaboradores conseguiram «reerguer algumas valências e implementar novas, nomeadamente a casa de acolhimento para mulheres vítimas de violência doméstica». 

Já o Presidente da Mesa da Assembleia da SCMA Paulo Freitas aproveitou a ocasião para reconhecer o quão gratificante é contribuir para uma casa que trabalha em prol dos outros e agradeceu o empenho de todos aqueles que dão diariamente o seu contributo.

O encerramento das intervenções coube ao presidente da Câmara de Albufeira José Carlos Rolo, que enalteceu o trabalho da SCMA e das restantes IPSS do concelho, concluindo que «este foi um dia bonito e extremamente gratificante, que mostra que a Misericórdia está viva e que precisa do contributo de cada um de nós». 

A Santa Casa da Misericórdia de Albufeira foi fundada em 1499 e faz parte das Misericórdias mais antigas do país, a seguir a Lisboa, juntamente com a Misericórdia de Lagos. Atualmente, acolhe cerca de duas mil pessoas, nas suas diversas respostas sociais, que estão organizadas em treze instalações e que abrangem todo o território concelhio.

Além de creches, centros de dia e lares, a instituição dispõe de equipamentos de acolhimento e acompanhamento de pessoas com condições de saúde mental ou incapacitantes. Proporciona igualmente serviços de apoio domiciliário, de ajuda alimentar, de mediação familiar, bem como várias ferramentas que visam a inserção social, nomeadamente cursos de formação profissional.



Comentários

pub