Sul Informação ganha Prémio Projeto Inovador da Associação Portuguesa de Imprensa

Prémio é entregue amanhã, numa cerimónia em Lisboa

Museu do Fado, em Lisboa, onde decorrerão as iniciativas ligadas ao Dia Nacional da Imprensa – Foto: João Frade | API

O Sul Informação vai receber, amanhã à noite, em Lisboa, o Prémio Projeto Inovador 2024, atribuído pela Associação Portuguesa de Imprensa (API), numa cerimónia integrada nas comemorações do DNI – Dia Nacional da Imprensa.

Este é um dos sete prémios nacionais que serão entregues pela API, durante um jantar no Grémio Literário, em Lisboa. Os prémios serão entregues «a entidades e personalidades que se têm diferenciado no apoio à Imprensa e na inovação no setor».

O DNI – Dia Nacional da Imprensa vai ter lugar amanhã e depois, dias 16 e 17 de maio, no Museu do Fado, em celebração do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa e do Dia Mundial da Língua Portuguesa.

«Numa altura em que a língua portuguesa e a Imprensa assumem um papel cada vez mais importante e agregador em Portugal e no mundo», a APImprensa escolheu a cidade de Lisboa e o mês de Maio – mês em que se celebram o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa e o Dia Mundial da Língua Portuguesa – para as comemorações do DNI 2024.

Desde 2001 que a Associação Portuguesa de Imprensa comemora, anualmente, o Dia Nacional da Imprensa. «Neste dia, e em conjunto com os principais editores de imprensa portugueses, fazemos um balanço do que se passou durante o ano, refletimos sobre as preocupações do setor e projetamos prioridades para o ano seguinte», salienta a API.

Este ano, «o DNI terá como foco a atualidade do setor, que enfrenta uma das crises mais severas das últimas décadas. É urgente repensar a imprensa e criar soluções sustentáveis para os editores a curto e a médio prazo».

Por isso, o tema do DNI 2024 irá centrar-se nos «desafios da imprensa e no mercado de Língua Portuguesa».

Ao longo de dois dias, a iniciativa contará com a participação de diversas individualidades – editores e profissionais de várias áreas, especialistas e académicos – que são, segundo salienta a API, «parte de uma solução para o setor da Imprensa em Portugal».

A Associação Portuguesa de Imprensa convida «todos os interessados, jornalistas, profissionais da comunicação e público em geral a participarem neste evento que se realiza desde 2001 como um certame reconhecido pelo setor da Imprensa em Portugal».

 

Programa Completo

16 de maio, quinta-feira

14h30 – Abertura
Cláudia Maia – Presidente da Associação Portuguesa de Imprensa
Carlos Moedas – Presidente da Câmara Municipal de Lisboa

15h00 – Debate sobre Desinformação na Europa
João Moraes Palmeiro – AMCC – Moderação
Henrique Almeida – Bloomberg News
Liliana Costa – Universidade de Aveiro (DigiMedia)
Ruth Contreras – University of Vic – Central University of Catalonia
Alessandra Carenzio – Catholic University of the Sacred Heart

15h45 – Apresentação do projeto Yo-Media – Youngster’s Media Literacy in Times of Crisis
Ruth Contreras – University of Vic – Central University of Catalonia
Alessandra Carenzio – Catholic University of the Sacred Heart
Oksana Tymoshchuk – Universidade de Aveiro (DigiMedia)
Frederico Proença – Universidade de Aveiro
Ana Rita Passos – Universidade de Aveiro

16h30 – Pausa para café

16h45 – Debate sobre a Importância de Testar Tecnologia
Inês Serra Lopes – CNN Portugal – Moderação
Rudolf Gruner – Diretor Geral – Observador
Ricardo J. Tomé – Head of Digital – Media Capital
Ignatius Roberts – News Partnerships – Google

17h45 – O Futuro dos Media na Europa
João Moraes Palmeiro – AMCC – Moderação
Ricardo Peres – Grupo Ringier Sports Media – A Bola Salvador Bourbon – Grupo Bauer (Rádios)
Anselmo J. Crespo – CNN Portugal/TVI

19h30 – Jantar no Grémio Literário e Entrega de Prémios APImprensa

 

17 de maio, sexta-feira

9h45 – A Imprensa de Língua Portuguesa e os Desafios de um Mercado Global
Francisco Santos – APImprensa – Moderação
Jair Hamilton – InforPress Cabo Verde
Múcio Aguiar – Associação de Imprensa de Pernambuco
Carlos Pereira – Diretor do LusoJornal de Paris
Pedro Brinca – Assessor de Análise e Desenvolvimento dos Media na Secretaria de Estado da Comunicação Social de Timor-Leste
Paulo Julião – LUSA Moçambique
Raquel Rio – LUSA Angola

10h30 – Os Desafios da Inteligência Artificial no Jornalismo Contemporâneo
Adriana Gonçalves – Investigadora LabCom

11h00 – A Imprensa e a Democracia
Cláudia Maia – APImprensa
Paulo Ribeiro – Associação de Imprensa de Inspiração Cristã

11h30 – Pausa para café

11h45 – A Comunicação Institucional e a Imprensa
Nuno Francisco – Moderação
Paulo Fernandes – Presidente CM Fundão
Andreia Almeida – Cofundadora e Senior Account Manager da DialReset

12h15 – O Futuro da Lusa e a Imprensa
Patrícia Fonseca – Moderação
Joaquim Carreira – Presidente da LUSA
Francisco Rito – Diretor do Jornal O Setubalense
Anabela Carvalho – O Gaiense

12h45 – Debate Final e Leitura da Moção Lisboa

13h00 – Encerramento e Almoço

 

 

 

Leia mais um pouco!
 
Uma região forte precisa de uma imprensa forte e, nos dias que correm, a imprensa depende dos seus leitores. Disponibilizamos todos os conteúdos do Sul Infomação gratuitamente, porque acreditamos que não é com barreiras que se aproxima o público do jornalismo responsável e de qualidade. Por isso, o seu contributo é essencial.  
Contribua aqui!

 



Comentários

pub